Número total de visualizações de página

terça-feira, 29 de março de 2016

Atirar a tudo o que mexe


12 comentários:

Fernando Vouga disse...

Caro Zé Mário

É o "Virar a página da austeridade" no seu melhor!...

Alberto Sampaio disse...

Parasitismo: ganhar dinheiro à custa do esforço dos outros, que já pagam impostos. A esquerda é isto?

João Pires da Cruz disse...

Acho que podemos esperar já uma comunicação ao país do PR sobre o assunto, onde dirá que por um lado isto, por outro, aquilo. Mas que sim.

Floribundus disse...

o entertainer MRS
dirá que no próximo ano se verá o resultado

porca miseria

vai ser um lindo enterro

SC disse...

Se há realmente uma galinha dos ovos de ouro, não é natural que os ovos sejam distribuídos por todos, sem matar a galinha, evidentemente.
Estranharia o contrário!

Bartolomeu disse...

Os proprietários das casas agora alugadas a turistas, pagam IMI.
As unidades hoteleiras necessitam um licenciamento para funcionar, sujeitam-se a vistorias, estão obrigadas a um sem número de exigências específicas, tais como acessos para pessoas com mobilidade reduzida, equipamentos de segurança, higiene e limpeza e... pagam impostos, ordenados e mais impostos. Para além disso, estão obrigados a possuir seguros de vária ordem. E os proprietários que alugam a turistas?

Alberto Sampaio disse...

Caro Bartolomeu,
"E os proprietários que alugam a turistas?" têm de ter a actividade declarada e a obrigação de declarar tudo o que recebem dessa actividade. Mas de momento não sei se há outras regras a que tenham de obedecer.

Alberto Sampaio disse...

Os honestos, claro! Os desonestos serão duplamente beneficiados, nem impostos, nem taxas.

Pinho Cardão disse...

Nada de admirar. Toca a sacar, toca a sacar, que há que alimentar o monstro...e os monstrozinhos...

Suzana Toscano disse...

Mas porque é que alugar casa "a turistas" é diferente de simplesmente " alugar casas"? Vão taxar o quê em concreto?

Bartolomeu disse...

O aluguer de casas a turistas devia estar isento do pagamento de qualquer taxa para além, evidentemente do IMI.
E assim entendo pelo simples motivo de este género de negócio estar a crescer, os apartamentos situarem-se na sua maioria em prédios localizados no centro da cidade. Por conseguinte, estamos a falar de edifícios antigos que necessitam ser restaurados e readaptados, obrigando a obras de requalificação que utilizam mão-de-obra especializada na área da construção. Para além disso, têm de ser equipados e mobilados. Se bem que, a maioria dos proprietários que se têm dedicado a este florescente negócio, recorre às "linhas brancas" e ao mobiliário e artigos de decoração do IKEA. Vendo por este ângulo, toda a dinâmica relacionada com o aluger de apartamentos está a gerar e a ajudar a manter postos de trabalho. Talvez por isso, a IKEA que dá emprego em Portugal a várias centenas de pessoas, anunciou recentemente a abertura de dois novos espaços em vários pontos do país com perspectivas de a curto praso virem a ser mais.

asam disse...

A quem interessar saber um pouco mais sobre o aluguer de casas a turistas e eventuais multas, respectivamente:
http://visao.sapo.pt/visaoviagens/turismoeaviacao/guia-como-alugar-a-sua-casa-a-turistas=f781028

https://www.publico.pt/economia/noticia/alugar-casas-a-turistas-sem-registo-pode-levar-a-coimas-de-quase-quatro-mil-euros-1668071

Cobrar taxas seria mais um roubo.