Número total de visualizações de página

terça-feira, 4 de abril de 2017

Reacção, conversa fiada e telejornais da treta...

O Presidente já reagiu...o PS está a reagir, vamos ligar à sede, no Largo do Rato...no decorrer do telejornal iremos escutar a reacção do governo...o PSD reagiu à reacção...Catarina Martins também já reagiu e criticou o PSD...Louçã reagiu ao silêncio do CDS...o PCP aproveitará a sessão desta noite no Barreiro para reagir através de Jerónimo de Sousa...soubemos agora que Assunção Cristas convocou os jornalistas para uma reunião para daqui a uma hora, a fim de reagir...
O pivot repete o que já se ouviu, seguem-se as reacções em falta, a seguir as contrareacções, e depois as reacções dos comentadores e analistas, não se dispensando a palavra autorizada dos directores em ordem a uma autêntica interpretação das diversas  reacções. E, para reagir em directo, e em cima do acontecimento, logo se anunciam o ministro A e o secretário B, os representantes dos partidos, e um  painel de comentadores.
A isto se resume a vida do país, no critério rigoroso e independente da nossa informação telejornalística.
No mundo real, a vida continua. Contra, e apesar de toda esta conversa da treta.

2 comentários:

Rui Fonseca disse...


Caríssimo António,

O que é que eles podem fazer senão reagir perante mais um caso escaldante de fraudes banqueiras?
A nacionalização do BPN foi um desastre mas, na altura, se bem me recordo, só os comunistas (!) estiveram contra. O sr. Teixeira dos Santos, garantiu que não haveria encargos para os contribuintes. Viu-se ...
Do BPP, as notícias dão conta da boa saúde financeira do sr. Rendeiro. Quanto custou aos contribuintes a intervenção do Estado no BPP?
A venda do Banif foi feita em tempo recorde porque o anterior governo andou a encanar a perna à rã. Sem perdas para os contribuintes, garantiram-nos. Viu-se ...
A Caixa é o que se sabe: Engole insaciavelmente milhares de milhões e ninguém é culpado.
O Fundo de Resolução é uma treta. Garante os governos, este e o anterior, que não haverá custos para os contribuintes mas mentem descaradamente.
No Montepio, tradicionalmente terreno socialista, quer o governo dinheiro das misericórdias, a começar pela de Lisboa, e o sr. Santana Lopes diz que nim.
Safou-se, sem rombos, algum banco do sistema?

Para que é que precisamos do Novo Banco?
Há bancos a mais para o tamanho da nossa economia.
A única solução economicamente racional seria a sua liquidação. Mas só o BCE sugeriu essa alternativa.
A venda ao Lone Star nos termos que são publicamente conhecidos é, para muitos, incluindo o PR, considerada o mal menor. Para os outros, uma operação desastrada. Alternativas? Não dizem.
E não dizem porque ninguém quer assumir que a liquidação seria a "saída mais limpa".

E tu, Caríssimo António, que farias se tivesses que desatar este nó?
A vida continua, pois continua. Mas para muitos continua bastante mal.
Quantos milhares de milhões já foram injectados no sector financeiro com impacto na imparável dívida pública?

Tiro ao Alvo disse...

Os gestores que fizeram aumentar os efectivos dos Bancos do "sistema", deveriam ser responsabilizados por isso. A economia portuguesa não tem dimensão para pagar salários a tantos empregados bancários.
Registe-se, todavia, que os Bancos privados fora do "sistema" não têm grandes excedentes de funcionários e que os administradores dos CTT consideram que têm mercado bastante para mais um Banco, andando, desde há uns tempos, a recrutar colaboradores.
Concluindo, não há dúvida que as instituições financeiras do sector público foram mal administradas e, nalguns casos, lesados por casos de corrupção, que deveriam ser investigados, para ser possível castigar os infractores, retirando-lhes, pelo menos, os ganhos obtidos indevidamente, nomeadamente prémios de gestão. Se assim se fizesse, Portugal ficaria melhor.