Número total de visualizações de página

segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

Oportunista e confundido!...

António Costa, sim, o António Costa líder do PS, apressou-se a festejar a vitória do Syriza na Grécia, um sinal de mudança em curso na Europa...
Espantoso oportunismo do homem que, num ápice, esqueceu a solidariedade com o partido irmão socialista grego, parceiro do governo, que ficou abaixo dos 5%, para se congratular com a vitória de um partido adeversário. E terrível a confusão geográfica que dele se apossou ao tomar a mudança na Grécia por uma mudança na Europa!...

7 comentários:

Luis Moreira disse...

Até eu estranhei tanta falta de pudor

Zuricher disse...

Não é pessoa de quem seja de esperar melhor, de todo. Nem nunca foi.

Quanto aos resultados, no geral é problema dos Gregos. É assunto deles. O que já não é assunto deles é a reacção da UE e dos países da UE. Estou curiosissimo por ver o que vai acontecer a esse nivel.

Manuel Silva disse...

Dr. Pinho Cardão:
Tem razão.
O homem é um troca-tintas requintado.
Não tem mesmo memória, um esquecido, especialmente se ouvirmos o que disse ontem e o que aceita hoje como bom.
Aprecie este curtíssimo vídeo: é só contradição.
http://youtu.be/35vswmGIbXI

JM Ferreira de Almeida disse...

Meu caro Pinho Cardão, não creio que António Costa vá em sentido contrário ao dos acontecimentos, nem tão puco me parece que esteja a ser incoerente. Salvo se o Syriza embarcar numa aventura suicida, ocupará muito naturalmente o espaço deixado vago pelo defunto PASOK. O mesmo acontecerá com o PSOE em Espanha se porventura mirrar e disso se aproveitar o PODEMOS. Veremos esse partido a migrar para o espaço ocupado pelos socialistas, adotando uma linha mais moderada a despeito do discurso proclamatório. É, pois, natural que os socialistas em Portugal, orfãos como há muito andam do seu próprio partido, projetem no Syriza, no PODEMOS, como antes projetaram no Sr. Holllande ou no Sr. Renzi, todas as boas utopias do socialismo teórico. A realidade, essa, como sempre digo, é impiedosa e encarrega-se de situar as coisas.

Pinho Cardão disse...

Ê capaz de ter muita, ou toda, a razão, caro Ferreira de Almeida.
Mas eu sou um pouquinho mais generoso do que o meu amigo por, contra algumas evidências, ainda não considerar o actual PS como um conjunto absolutamente vazio...

luis barreiro disse...

E como o Costa e o BE vão comentar futuramente sobre o parceiro de governo do Syriza, extrema direita xenófoba, racista e anti-gays. Como vão descalçar esta bota. Isto tá tudo doido, novos tempos vamos apreciar.

Pinho Cardão disse...

Caro luis barreiro:
Descalçam a bota com toda a facilidade, que a memória do cidadão é curta.
Aí é que está o grande problema.