Número total de visualizações de página

segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

Os charlatões da Educação

"...Sugere-se que seja dedicada especial atenção ao sinal de igual (que estabelece uma relação de igualdade dos valores apresentados em cada um dos lados do sinal), trabalhando-se no sentido da passagem de uma visão "procedimental" (a seguir a um sinal de igual coloca-se o resultado) para uma visão relacional..." 
IAVE-Instituto de Avaliação Educativa
Bom, com este ensino assim centrado numa mera visão procedimental, fica cabalmente explicada a dificuldade de os alunos penetrarem nos segredos da Matemática...
E não mandam implodir os edifícios onde tais cérebros se albergam? Retirando-os de lá primeiro, claro está!...  

6 comentários:

SLGS disse...

Se fosse só na Matemática....
E que dizer dos textos de Português que são apresentados para estudo, interpretação e análise a crianças do 2º Ano Básico?
Alguns deles nem os adultos (adultos instruídos) os entendem.
Haverá quem nos valha?

Pinho Cardão disse...

Creio que não, caro SLGS!...

majoMo disse...

Escrevendo-se 4=5 conclui-se que não é um erro, nesta "visão relacional"... Basta dizer que tudo é relativo...: e que 5 é maior que 4 pelo mero acaso das ideias feitas de que não são todos iguais na visão retrógrada e dogmática que impingiram às pessoas durante séculos de ignorância...

Pinho Cardão disse...

Muito bem visto, caro majoMO!

Vítor Caldeirinha Cabeça disse...

Tendo um filho vitima do Eduquês só posso corroborar o post. Já agora só uma correçãozinha... "charlatães" ;)

Ilustre Mandatário do Réu disse...

Caro Pinho Cardão,

Penso que se refere ao relatório aqui disponível:

http://iave.pt/np4/103.html#1

Quando criticamos qualquer coisa, devemos antes ter alguma simpatia por ela. Tentar perceber o sentido da frase (por muito em desacordo que estejamos com ela). Esta simpatia é meramente metodológica.

Penso que o que é dito é o seguinte.

a) Normalmente vemos o igual como o resultado: 1+1=2. A tal visão procedimental.

b) Em usos mais complexos o igual não é um resultado. Um exemplo muito simples: O zé comeu três caixas de bolos + 1. O Luis comeu o mesmo número de bolos que o zé, 13.

Se o número de bolos numa caixa é x podemos escrever a equação:

3*x+1=13

Na equação anterior o "=" não é o resultado mas expressa uma relação.

A relação permite-nos responder à pergunta: Quantos bolos tem uma caixa?
x=4.

Ora eu penso (eu que não dou aulas no secundário mas tenho uma educação razoavelmente sofisticada) que o que o meu amigo critica está correcto. É importante perceber que o "=" é mais que um resultado.

Por outro lado chamar charlatães da educação é o mesmo que chamar charlatães dos banca. Nem todos são como os que temos vindo a conhecer. Eu diria que o meu amigo até parece o Jerómimo de Sousa a falar...

Cumprimetnos, IMdR
PS: Já agora, diga à nossa amiga Suzana Toscano que estamos com saudades da sua escrita.