Número total de visualizações de página

sábado, 27 de agosto de 2016

Pequeno apontamento cultural e turístico...


O Museu do Prado em Madrid vai prolongar a exposição temporária “El Bosco. La Exposição del V Centenario” dedicada à obra do pintor holandês Hieronymus Bosch. Esta exposição reúne uma parte significativa dos seus quadros e desenhos espalhados pelo mundo. É uma concentração de arte invulgar. 
Nela encontramos uma das suas mais importantes obras “As Tentações de Santo Antão”, quadro que foi cedido pelo nosso Museu de Arte Antiga. É uma obra espectacular. Pude constatar com os meus próprios olhos a concentração de visitantes que durante muitos minutos se deixam deslumbrar e hipnotizar por este magnífico retábulo, procurando uma interpretação para a genialidade da representação do "mundo dominado por forças demoníacas, entregue ao pecado e à culpa. Perante esta visão pessimista e angustiada a única esperança está em Cristo. (…) Só pela força da renúncia, amparado pela fé, pode o homem libertar-se dos demónios que o atormentam”. 
Segundo a notícia, a exposição registou, desde a sua inauguração, em Maio deste ano, mais de 426.000 visitantes. Um número que mostra como a cultura e o turismo jogam bem e podem trazer valor acrescentado. 
Um aspecto que me chamou a atenção, por contraste com o que se passa em Portugal, é que este museu e muitos outros estão abertos todos os dias, abrem cedo e fecham tarde. Neste caso às 24h de segunda a sábado e às 21h aos domingos e feriados. Por lá, com a cultura e o turismo não se ”brinca”. 
Fica aqui este apontamento e recomendação sobre esta fabulosa exposição que é um pretexto para um fim-de-semana em Madrid, aproveitando o prolongamento agora anunciado. Depois de 25 de Setembro é que nada feito. Valham-nos “As Tentações de Santo Antão” que podem ser apreciadas em Lisboa, mas atenção ao dia e à hora da visita…

2 comentários:

Suzana Toscano disse...

Margarida, o seu texto deu-me um certo rebate de consciência! É que, na verdade, acontece muitas vezes termos essas maravilhas aqui mesmo à mão e não as vamos ver, se eu fosse a Madrid não perderia essa exposição mas quantas excelentes exposições tém estado no MAÃ e outros e vou adiando, adiando, e acabo por náo ir? Acho que no nosso Pais há uma boa oferta cultural, apesar dos horários que refere, mas realmente talvez não tenhamos ainda o hábito de as apreciar devidamente. Falo por mim, claro, e tenho o firme propósito de passar a dar o valor ao muito que se nos oferece - e aos que nos visitam. O MAA tem feito um excelente trabalho,com uma grande divulgação das suas iniciativas e do seu grupo de amigos.

Margarida Corrêa de Aguiar disse...

Suzana
É verdade o que diz. Temos muitas maravilhas aqui à mão para ver.
O MNAA vale muito a pena. O 3º piso tem as pinturas do Domingos Sequeira, incluindo o quadro "Adoração dos Magos" que o MNAA conseguiu adquirir através de uma campanha de crowdfunding. Ainda não fui ver, mas vou. Está aqui mesmo à mão!