Número total de visualizações de página

quinta-feira, 30 de novembro de 2017

Bolcheviques e mencheviques...

Os trabalhadores da Auto Europa rejeitaram mais uma vez o acordo sobre os horários de trabalho, nomeadamente ao sábado, negociado entre a Administração da empresa e a Comissão de Trabalhadores. 
A continuar assim, não será só ao sábado que poderão descansar. A memória é curta e parece que ninguém se lembra do que aconteceu com a deslocalização da OPEL da Azambuja.

4 comentários:

José Domingos disse...

Os "tovarish"querem lá saber, o importante é destruir.
Vi o seu modo de actuar em 1975, até Novembro, agora "esquecido". Existem países, que sofreram na pele o comunismo e as amplas liberdades, que não se importam de ter uma empresa capitalista, deste nível.
Depois vem a conversa da treta, do fassismo,dos patrões, da Merkel e o povo burro desconta e paga os subsídios de desemprego.
Temos pena

Rui Fonseca disse...

Bem observado, caríssimo António.

Tanto insistem que, um dia destes, vão ao centro de segurança social inscrever-se para o subsídio de desemprego.

É espantosa a decisão do plenário destes bolcheviques depois de terem nomeado comissão (pelos vistos de uma maioria menchevique ...) que acertou condições em negociações com a administração da Empresa.


Unknown disse...

Citando "o outro" :Biblicamente estúpidos...

Pinho Cardão disse...

Caro José Domingos:
Pois é, agora até o 25 de Novembro não é comemorado, por imposição dos parceiros da geringonça, a que o PS e o Governo se submeteram.

Caro Rui:
Espantoso é, de facto. Para nós. Para eles é apenas uma aplicação prática da doutrina do quanto pior melhor.

Caro unknown:
Não sei, não sei se essa "qualidade" não deve ser antes aplicada a quem se deixa manipular...