Número total de visualizações de página

quinta-feira, 24 de dezembro de 2015

Boas Festas, Feliz Natal

...Mas, se um ano tu deixas de nascer...
...Se de vez se nos cala a tua voz...
Se, enfim, por nós desistes de morrer 
Jesus recém-nascido, o que será de nós?
José Régio-Natal

Para os criadores, autores, comentadores amigos e contestatários, leitores, simpatizantes e adversários do Quarta República, os votos de Boas Festas e de um excelente Natal. 
PS: Embora politicamente incorrecto, creio ainda não ter sido proibido falar e apresentar imagens de Natal...

9 comentários:

Bartolomeud'Asp disse...

Não fazia a menor ideia da existência dessa incorrecção política e ainda de que o Quarta, possuía adversários.
Sem pretender dar demasiada importância ao assunto, parece-me que, para haver adversários é necessário admitir-se a adversidade. No caso do Quarta, um blog que sempre se pautou pela admissao da pluralidade, não consigo imaginar onde possa caber esse sentimento.
Associo-me de resto aos votos de um excelente Natal, dirigido a todos os que partilham este espaço!

opjj disse...

Boas Festas

Tavares Moreira disse...

Caro Pinho Cardão,

Faço minhas, com a devida vénia, as palavras deste Post. E retribuo, muito sinceramente, os votos de Santo e Feliz Natal!
Entretanto e em relação ao Novo Ano, esperemos que marque, em definitivo, o encerramento do capítulo da Austeridade, abrindo-se as portas a um País próspero e competitivo, com o Estado a "puxar", qual locomotiva de TGV, pela actividade económica!

Rui Fonseca disse...


Junto, Estimado António, os meus votos aos teus.

Alegria,
Saúde,
Boas notícias,
Agora e
Sempre!

Para todos, mulheres e homens, de boa vontade.








ainda ha disse...

Vem a propósito porque é para todas as épocas.

Political correctness is a doctrine — fostered by a delusional, illogical minority and rapidly promoted by mainstream media — which holds forth the proposition that it is entirely possible to pick up a piece of shit by the clean end.

Segundo um aluno da Griffith University que ganhou o concurso de 2012 para a definição mais apropriada para um termo contemporâneo.

Felizes de vós se os homens vos odeiam, se vos expulsam, vos insultam e amaldiçoam o vosso nome, por causa do Filho do Homem. Alegrai vos nesse dia, saltai de alegria, pois será grande a vossa recompensa no Céu. Porque era assim que os seus antepassados tratavam os profetas.

Abraço

Carlos Sério disse...

Votos de Boas Festas para todos.

JM Ferreira de Almeida disse...

Para o meu Amigo e Família e também para todos quantos por aqui passam, umas politicamente incorretas festas felizes.

Carlos Sério disse...

E, já agora, meditemos todos nas palavras do Papa Francisco.

“Pensando no bem comum, hoje precisamos que a política e a economia, em diálogo, se coloquem decididamente ao serviço da vida, em especial da vida humana. A salvação dos bancos a todo o custo, fazendo pagar o preço à população, sem a firme decisão de rever e reformar o sistema inteiro, reafirma um domínio absoluto da finança que não tem futuro e só poderá gerar novas crises depois duma longa custosa e aparente cura. A crise financeira de 2007 e 2008 era a ocasião para o desenvolvimento duma nova economia mais atenta aos princípios éticos e para uma nova regulamentação da actividade financeira especulativa e da riqueza virtual. Mas não houve uma reacção que fizesse repensar os critérios obsoletos que continuam a governar o mundo”.
Papa Francisco, Carta Encíclica Laudato Si

Alberto Sampaio disse...

Apesar do atraso desejo que Todos tenham tido um Natal feliz e que o Ano Novo que se avizinha seja para Todos um excelente ano!