Número total de visualizações de página

sexta-feira, 13 de março de 2015

A greve geral dos funcionários à greve geral da função

Ouvi dizer na comunicação social que hoje havia mais uma greve geral da função pública. Mas também ouvi que os funcionários, em geral, funcionam.
Uma greve da função, em abstracto. Uma não greve, em concreto...Enfim, uma greve geral dos funcionários à greve geral da função.
Mas, no fim, neste mundo virtual, há mesmo greve geral. Se a comunicação social e os sindicalistas o afirmam...

4 comentários:

septuagenário disse...

Estas greves programadas anualmente são muito boas para o ambiente.

É um dia em que se vive sem cheiro a sovaco.

Que alívio!

João Pires da Cruz disse...

Eu sou um apoiante incondicional das greves da função pública. Parece ser a única forma de reduzir a despesa pública que o Presidente da República não bloqueia.

Carlos Sério disse...

Entretanto
Assim vai o “milagre” económico português:
Em Janeiro de 2015, as Exportações de bens diminuíram 1,8% face ao mês homólogo.
O índice de volume de negócios nos serviços apresentou, em Janeiro, uma variação homóloga nominal de -3,4%.
O índice de produção na construção apresentou em Janeiro uma variação homóloga de -4,0%.
O Índice de Volume de Negócios na Indústria apresentou, em termos nominais, uma diminuição homóloga de 4,4% em Janeiro.
(últimos dados, INE)

Pinho Cardão disse...

Caro JPC:
Creio que está greve nem nesse efeito se traduziu...

Caro Carlos Sério:
Por isso é que os funcionários fizeram greve à greve?