Número total de visualizações de página

segunda-feira, 4 de maio de 2015

Helena Matos: "Já se pode falar sobre sindicatos?".


Um texto que é uma grande pedrada no charco. Tiro o meu chapéu a Helena Matos. Quem quiser aceder ao texto completo clique aqui.

3 comentários:

Carlos Sério disse...

Milton Friedman (um dos teóricos neoliberais) afirma que se há desemprego então deverão reduzir-se os salários. Se esta diminuição dos salários não é capaz de gerar emprego, então é preciso continuar a baixar os salários. Para que os salários possam baixar, devem desaparecer os sindicatos, já que estes não permitem que haja uma “livre” contratação da mão-de-obra, impedindo que o valor da força de trabalho se fixe pelas leis de mercado, se os sindicatos fazem subir o salário, isto leva a reduzir o nível de emprego.

JM Ferreira de Almeida disse...

E quanto à opinião da Autora, meu caro Carlos Sério?

Pinho Cardão disse...

Caro Ferreira de Almeida:
Verdadeiro serviço público, o artigo da Helena Matos. E serviço público também a divulgação que dele o meu amigo fez.
O sindicalismo existe para proteger os trabalhadores, mas muito desse sindicalismo, em Portugal, existe somente para manter regalias dos dirigentes profissionais à revelia dos interesses dos trabalhadores. Daí, o cada vez mais baixo nível da sindicalização. O que é lamentável.