Número total de visualizações de página

segunda-feira, 18 de julho de 2016

Uma turca democracia...

Notícias dizem que, entre  os 13000 cidadãos que Erdogan já mandou prender em consequência do "golpe militar", estão 2.745 juízes.  
Parece que o homem não descansa enquanto não meter metade dos turcos na prisão. E grande parte dos juízes, para não haver julgamento...
E pediram eles para entrar na União Europeia!...

14 comentários:

Fernando Vouga disse...

Isso prova que as listas das pessoas a engavetar já estavam preparadas. Logo...

Margarida Corrêa de Aguiar disse...

E muitos na Europa defendiam a sua entrada. E agora o que pensam?

Carlos Conde disse...

O problema não é eles terem pedido para entrar, é ter havido quem considere o pedido aceitável e negociável.

Estamos arranjados com esta canalha que atingiu a liderança na UE.

João Pires da Cruz disse...

Eu, por acaso, conseguia arranjar-lhe mais 13 juízes para a molhada. A ele não incomodava muito e a nós dava-nos um jeitaço!

Paolo Hemmerich disse...

A Europa contra os caminhões, e agora, contra os machados!!! Aonde vamos parar?!!!

Paolo Hemmerich disse...

Hugo Chaves faz escola!!! A substituiççao e o controlo dos membros do Judiciário foi uma das primeiras medidas do "democrata" venezuelano!!! Erdogan sabe o que faz!!!!

Fernando Vouga disse...

Qual foi o nosso PM que, no seu discurso de tomada de posse do seu primeiro mandato, atacou os juízes (e, para disfarçar, os farmacêuticos)?
Lembram-se?

Alberto Sampaio disse...

Caro Fernando Vouga,
julgo que foi socrates.
Há prémio, nem que seja de consolação? Uma t-shirt?

Fernando Vouga disse...

Caro Alberto Sampaio

Acertou.
Quanto ao prémio, pode vir à Madeira recebê-lo. Trata-se de um passeio de automóvel pela ilha com direito a almoço. Em alternativa, 18 buracos no Palheiro Golfe.
A sério.

Pinho Cardão disse...

Pelos vistos, apostar no Sócrates dá sempre buraco. Neste caso, 18!...

Suzana Toscano disse...

Agora juntam-se maus 21000 professores do ensino privado, 400 diretores de escolas, milhares de funcionários públicos, todos acusados de conspiração e atividades terroristas. O que vale é o apoio do"povo" em defesa da democracia...!

Alberto Sampaio disse...

Caro Fernando Vouga,
Levei-o a sério! Agradeço o prémio muito generoso, mas não poderei aceitar pois costumo viajar com a família e ainda somos "alguns". Tenho a certeza que compreenderá. Mas se um dia for à Madeira, não deixarei de o avisar.

Alberto Sampaio disse...


Chegar ao socialismo por via não violenta, sem revolução, fez parte da social-democracia. Por favor, não se escandalizem, estou a falar dos primórdios. É a estratégia do bloco de esquerda, do podemos e a chavistas. Por isso, há quem diga com certa razão que o bloco também é social democrata.

Até certo ponto, é o que se tem passado em alguns países muçulmanos em que as populações TÊM sido encarregadas de se conduzir às ditaduras.
Gente inteligente e perigosa.

Na minha opinião (partilho a de Kasparov), Obama tem grandes responsabilidades. A violência irracional tem aumentado com ele e a razão é a inexistência de uma força/poder visível. Infelizmente, o ser humano é assim, quando um fraqueja, não falta quem se queira aproveitar ou mesmo tomar o seu lugar.

Gaudêncio Figueira disse...

Andando a Madeira referida nestes comentários quero prevenir que, quando cá vierem, confrontar-se-ão com os resultados da acção de um populista que, em sucessivas eleições, foram trinta e sete anos, prometeu o céu aos eleitores e deixou-lhes o inferno