Número total de visualizações de página

terça-feira, 21 de abril de 2015

O Programa Socialista, coisa do arco-da-velha!...

Como estabelece o Programa Económico hoje divulgado, o PS vai reduzir em 4 pontos percentuais a Taxa Social Única a cargo dos trabalhadores, medida que traz uma diminuição das receitas da Segurança Social e da sua capacidade para pagar pensões no futuro. O PS diz que não é assim, e vai compensar através de outras fontes a perda de receita, 
Mas uma coisa é clara: troca receita real por receita virtual. Típico socialista, aumento de 4% nos salários, a pensar nos ganhos eleitorais de curto prazo. Daqui a uns anos, quando faltar dinheiro para pagar as pensões, outros que arrumem a casa. 

2 comentários:

Lamas disse...

E nem uma palavra sobre a politica energética e as suas rendas pornográficas, nem as PPP.
Já agora gostava de saber a opinião dos 12 apóstolos.

Pinho Cardão disse...

Caro Lamas:
O problema é que (e aqui iguala-se ao PSD) o PS não tem política energética; terá, quando muito, e porque os actuais líderes seguem o legado de Sócrates, uma política do ambiente. Portanto, e por exemplo, mais eólicas, energia mais cara, maiores custos de produção, menor competitividade. Num país que não polui, subsidiamos as exportações dos países poluidores. Quanto às rendas ainda excessivas, moita carrasco. Natural, porque quem as "negociou" foi um governo PS.
Aliás, o Programa de económico tem o título. O conteúdo é sobre finanças públicas e um tratado de demagogia: votem em nós, que pagamos mais depressa; votem em nós, que diminuímos a TSU dos empregados, enquanto o governo quer dimminuir a dos patrões....et, etc.