Número total de visualizações de página

domingo, 24 de abril de 2016

A mentira mata

O governo não quer aprovar os seus planos no Parlamento. Nem o Programa de Estabilidade...nem o Programa Nacional de Reformas, uma versão desenvolvida do documento vácuo que tínhamos conhecido há umas semanas.
O governo entende, erradamente, que basta aprovar os seus planos, tão ou mais importantes do que o orçamento anual, nas reuniões paralelas com o PCP e o Bloco, após o que seguiriam para a União Europeia onde, com mais ou menos dificuldade, tudo seria aprovado. Como é evidente, tal visão das coisas é pouco inteligente e nada democrática...
...Pena é que tenha de ser a oposição, sempre acusada de despeito, a insistir para que isso se faça.
António Barreto, no DN de hoje, 24 de Abril de 2016
A voz, certamente reaccionária, de um muito perigoso neoliberal...

2 comentários:

Alberto Sampaio disse...

O bloco e o pcp vão acobardar-se e cobrir-se de hipocrisia. Aliás, a extrema-esquerda é tradicionalmente cobarde e hipócrita.

Alberto Sampaio disse...

Para completar, a extrema-direita (que não existe em Portugal, nem nada parecido) é a mesma coisa. Como se sabe e foi mostrado por pensadores mais qualificados, extrema-esquerda e extrema-direita são basicamente a mesma coisa.