Número total de visualizações de página

quarta-feira, 15 de junho de 2016

Ser otimista

O otimismo como filosofia de vida torna, efetivamente, mais leve a existência em tempo de dificuldades e desolações. Percebo a razão pela qual as figuras cimeiras do Estado apelam ao otimismo geral.
Ontem, em reação à exibição pouco convincente e ao resultado  preocupante da seleção nacional portuguesa frente à sua adversária islandesa, o senhor PM, de sorriso franco contrastando com a desilusão dos circunstantes, dizia que um ponto já cá canta e que tudo correrá pelo melhor daqui para a frente. É o justificado otimismo de quem vive a experiência que prova que, mesmo perdendo, se pode passar à frente dos que ganham no campo...
Espero bem que os tais "melhores do mundo" não se deixem contagiar por este otimismo e sejam mais exigentes que o nosso PM. E que confirmem no relvado o estatuto de vedetas que as elites cedo lhes atribuíram. 

13 comentários:

Pinho Cardão disse...

"..É o justificado otimismo de quem vive a experiência que prova que, mesmo perdendo, se pode passar à frente dos que ganham no campo..."
Síntese fabulosa e extraordinária ironia!...Uma frase para guardar.

Bartolomeu disse...

Rejeito a simbiótica comparação que se pretende estabelecer.
Rejeito o espírito cartomante do Sr. PM.
O resultado de ontem - otimismos e pessimismos à parte - leva-nos a crer não bastar a melhor corrida...

Margarida Corrêa de Aguiar disse...

José Mário
Onde é que já vi este filme? Partimos com a certeza que somos os maiores e os melhores. Não me parece uma boa ideia. As coisas depois não correm bem e a culpa é dos outros. Enfim...

Carlos Sério disse...

E VIVA O OPTIMISMO

Portugal tem o segundo maior crescimento em cadeia da zona euro e da União Europeia em termos de produção industrial, revelam os dados do Eurostat.
Parmi les États membres pour lesquels les données sont disponibles, les plus fortes hausses de la production industrielle ont été enregistrées en Irlande (+6,7%), au Portugal (+6,4%), en Estonie (+5,9%) ainsi qu'en Hongrie (+5,4%), et les baisses les plus marquées en Croatie (-2,8%), en Lituanie (-2,7%) et en Lettonie (-2,0%).
(Eurostat 14.06.2016)

JM Ferreira de Almeida disse...

Cá está um otimista. Carlos Sério dirá que Portugal averbou ontem um resultado histórico pois foi a primeira seleção a impor à Islândia a perda de 1 ponto numa fase final de um Europeu, feito que até hoje ninguém houvera conseguido.

Fernando Vouga disse...

Caro Zé Mário

Se a peça é notável, este seu comentário das 21:53 é um monumento.

Um abraço

Pinho Cardão disse...

Dois monumentos, peço perdão!...

opjj disse...

Gente mole em campo sem espírito de luta.Brincalhões de areia.Isto de brincar a feijões supondo ser a sério dá no que deu.Com todo o respeito a mim não me surpreendeu e esperei o pior!

João Pires da Cruz disse...

Esquemas. Só esquemas, um esquema para montar um gpverno, um esquema para os taxistas, um esquema para a TAP, um esquema....

De uma coisa podemos ter a certeza do dia de hoje de António Costa. Vai arranjar um esquema qualquer e os media vão chamar "liderança" .

Pinho Cardão disse...

Melhor ainda: uma hábil liderança...
Isto é, só habilidades...

Oscar Maximo disse...

Caro J.Ferreira Almeida, eu ainda sou mais optimista, consider que Portugal não impôs a perda de 1, mas sim de 2 pontos á Islândia.

Fernando Vouga disse...

Caro Óscar Máximo

E é nessa ordem de ideias que a Turquia ontem registou uma grande vitória sobre a Espanha. Porque, na segunda parte, a Espanha meteu menos um golo do que na primeira.

Fernando Vouga disse...

Erro

No meu comentário das 13:33 onde escrevi "segunda parte" queria dizer "primeira parte". Vai dar ao mesmo, mas há que fazer a rectificação.