Número total de visualizações de página

quarta-feira, 21 de maio de 2014

Teresinha



A Teresinha faz parte dos meninos especiais. Nasceu num dia de primavera, lindo, quente, luminoso e muito cheiroso. 
A menina pintou com cores de alegria o quadro de uma família feliz. O desejo de beijar e acariciar um novo ser que perseguiam há muito surgiu naquele belo e inolvidável dia. 
Sempre que alguém nasce as almas dos mais velhos sentem renascer o maior bem da vida, o amor sem limites. O amor de um poço sem fundo, o amor que apaga qualquer tipo de dor, o amor que, transformado na mais bela cor jamais vista, a cor da felicidade, onde todas as outras cores querem mergulhar, é o maior hino de louvor ao criador. 
Teresinha nasceu. Ao fim de algum tempo a dor da diferença provocou sofrimento e temor sobre o futuro de alguém que também é gente. 
Depois surgiu o sorriso. Um sorriso nunca visto, nada igual aos demais, era algo sedutor, brilhante e confiante, porque mostrava a sua forma de ver, cheirar e amar o mundo como nunca tinha sido observado pelos familiares. 
Sorriso diferente. Sorriso de inocência e de esperança, sorriso próprio de um ser confiante, sorriso que acalenta amor, afasta o temor, apaga a dor e faz pensar que o melhor da vida é mesmo ser diferente...

6 comentários:

JM Ferreira de Almeida disse...

E que belo e luminoso sorriso, meu caro Professor!

Carlos disse...

Como pai de alguém também diferente compreendo muito bem o último parágrafo. É mesmo, mesmo, mesmo, assim!

Bartolomeu disse...

Primavera, é o mês em que nascem as flores.
Pena é, que tantos de nós não reconheçam a beleza em cada ser humano, sobretudo quando esse ser humano, parece diferente, parece pertencer a uma espécie com a qual ainda, talvez por medo, talvez por inabilidade, talvez por preconceito, ainda não aprendemos a interagir com a normalidade e carinho que como qualquer outro, merecem.

SLGS disse...

Fui primo-direito, muito chegado, de um ser, diferente assim. Um AMOR, que hoje recordo com muita saudade.

Margarida Corrêa de Aguiar disse...

Ninguém pode ficar indiferente ao sorriso da Teresinha!

MM disse...

Lindo sorriso!