Número total de visualizações de páginas

segunda-feira, 16 de maio de 2011

A perplexidade de um finlandês

"...Em tudo isto, há varias coisas que me transcendem e que não consigo explicar, por exemplo, só há poucos dias atrás é que o meu marido percebeu que o actual PM se estava a candidatar novamente ao cargo.
Ele ficou absolutamente escandalizado (sim, porque isto para a cabeça de um finlandês é demasiado) e veio perguntar-me se os portugueses eram todos parvos. Perguntava-me como é que era possível, desde logo ser legalmente permitido a uma pessoa que conduz um país à ruína financeira, recandidatar-se a um cargo político...
Eu fiquei olhar para ele sem saber o que lhe dizer..."

Comentário de uma nossa leitora, Anthrax, ao post Deontologia jornalística no seu esplendor, onde pode ser lido na sua totalidade.


56 comentários:

Unknown disse...

Caro Amigo/Amig@,

Livros existem para aventurarem-se de mão em mão, enchendo olhos e mentes, traspassando mundos vários, continentes distantes, até mesmo galáxias perdidas deste infinito Universo, sem respeitar nem mesmo as fronteiras do senhor Tempo.

É com base neste espírito que Lisboa acaba de ganhar um novo Alfarrábio on-line. É o www.livrilusao.com, que vende livros usados e novos.

No entanto, não queremos ser apenas um alfarrábio a mais. Para além de comprarmos, vendermos e trocarmos livros, buscamos também interagir com todos que queiram trocar ideias connosco sobre livros, artes em geral e tudo o mais relacionado com Cultura.

Convidamos-te a visitar a nossa página e, se achar interessante, ajudar a divulgá-la, repassando esta mensagem para a sua lista de emails.
Vamos dar continuidade à aventura dos livros!

José Silva,
Livrilusão

Tonibler disse...

Que resposta tão simples. O partido do PM é o partido do PM. Os funcionários públicos não fazem nada até saberem se o PM deixa de ser PM, Os outros partidos não querem que na vez deles de ser PM alguém faça aquilo que agora devia ser feito com este PM.

No meio de tudo isto, há um funcionário público que não depende do PM que poderia fazer alguma coisa. Só depende do PR, de onde se deduz que o PR também não quer.

Reposta: Porque ninguém quer.

Bartolomeu disse...

Caro Dr. Pinho Cardão, e por conseguinte, cara Anthrax. O problema, se é que efectivamente existe (ou venha a existir) um problema, ele não reside na consciência dos eleitores, tão pouco no sistema eleitoral vigente que, com base num conceito "filosófico" a que se deu por coerente chamar de democrático, premite a quem quer que seja (leia-se partido) concorrer a um acto eleitoral legislativo.
O problema, reside no facto de a nossa cara co-comentadora, ter decidido aceitar para esposo, um cidadão de nacionalidade Finlandesa.
Porque não optou por um Venesuelano? Ou um Cubano?
;)

Tonibler disse...

Concordo com o Bartolomeu. Ainda por cima deve ter aquela cara de Mika Hakinnen... Ou seja, troca-se o marido à Anthrax e resolve-se o problema nacional. Se não resultar, diz-se que foram as regras internacionais que mudaram...

Anthrax disse...

LMAO!!! :D

E não sabem vocês como é que começou a conversa!

A conversa começou com ele a perguntar-me, se eu sabia quem é que se estava a candidatar a PM e eu, sem perceber muito bem do que é que ele estava a falar, perguntei-lhe aonde.

Ele fez uma cara de enxofrado como se eu estivesse a desconversar e respondeu-me "aqui é claro". Eu respondi-lhe que sim, pelo que logo a seguir veio o ar de surpresa como quem diz "Então e sabias que a criatura se estava a recandidatar e não disseste nada!Uma pessoa tem de vir a saber destas coisas pela comunicação social finlandesa!"

De facto nunca me tinha ocorrido que ele ainda não se tivesse apercebido.

No que respeita ao sistema eleitoral, pois amigo Bartolomeu, ele andou já a ler umas coisas acerca disso e também já percebeu que se vota em partidos mas mantém a posição anterior, porque ele diz que um partido que mantém uma pessoa assim como líder, não pode ter qualquer credibilidade.

É assim, dos poucos finlandeses que cá estão e daqueles que conheço, eles não conseguem perceber como é que é possível o actual PM estar a recandidatar-se, nem como é que é possível as pessoas ainda quererem votar nele. Não é normal.

Bartolomeu disse...

Ó querida Amiga, aqui só para nós... o seu Finlandês sabe que esse mesmo senhor também esteve... está... vai estar se não for reeleito, ou nunca estará, implicado no caso do freeport? e sabe que neste maravilhoso país os casos de justiça que envolvam altas figuras da política, da finança, do jetset, ou fulanos com capacidade económica para pagar advogados de renome, prescrevem?
O seu Finlandês sabe que os mecenas dos candidatos às campanhas eleitorais, depois...
Cala-te, Bartolomeu!
Irra! tens a mania de abrir a boca, mas um dia ainda te lixas, ai lixas, lixas...

Anthrax disse...

Ssshhhhhhhhh!!!!
Fale baixinho Bartolomeu.

O coitadito não sabe, nem sonha, porque se soubesse, logo quando chegasse a casa já tinha as malas feitas e as passagens aéreas para Helsíquia e ele fica tão contente cada vez que vai a uma esplanada beber uma imperial... era um crime destruir-lhe essa pequena felicidade.

Bartolomeu disse...

Não acredito que as "amarras" que prendem o seu Finlandês ao corrompido solo Lusitano, se resumam a uma esplanada e uma imperial, Querida Amiga Anthrax.
Mais pragmático, e infinitamente mais sólido, foi aquele rapaz... o Ricardinho, a quem tinham implantado um coração de leão (ha quem possua um de dragão)que se dispôs a trocar o seu reino, por um cavalo... gostos!

José Soromenho-Ramos disse...

Discordo. Os portugueses não são TODOS parvos. Desde há vários séculos que os espertos emigram. Depois há também os MUITO parvos, que voltam...

Anthrax disse...

Ah ah ah ah :D
Não meu caro amigo, pode estar descansado que esplanadas e imperiais não são as "amarras" que o prendem ao corrompido solo lusitano.

@Caged : Então senhor? Isso é que é optimisto e fé no futuro?... De qualquer forma, é verdade que não aconselharia ninguém a regressar neste momento... mas aconselharia os que cá estão e que ainda têm alguma dignidade, a fugir enquanto é tempo. :S

Bartolomeu disse...

Caro Caged (paradoxalmente) Albatroz, acerca desse fenómeno que refere como característica do povo lusitano, relaciono-o com o movimento de rotatividade da Terra.
Trata-se de uma lei elementar da física; aos corpos que rodam sobre o seu eixo, aplica-se uma força, conhecida por centrífuga, ou seja... a fuga do centro, que no caso de Portugal, numa primeira fase se verifica do interior para o litoral e posteriormente, do litoral para fora do rectângulo.
Isto para explicar que no meu ponto de vista, os Portugueses emigram porque estão sujeitos ao efeito desta força, e não porque as condições de vida nos seu país-natal, lhes sejam adversas.
Isto ao fim e ao cabo, é como se andássemos todos dentro de um enorme tambor de uma máquina de lavar roupa e alguns de nós, passassem pelos furinhos do tambor...
Hmmm?
Não?!
Então pronto... ficamos assim.

Pinho Cardão disse...

Caro Barolomeu:
Um cubano ou um venezuelano? Mas então, se assim fosse, como raio é que eu faria este post?

Cara Anthrax:
Depois do que li, intuo que o homem, vindo lá das neves e do sol da meia-noite, só se aguenta por cá devido aos encantos da Anthrax, em primeiro lugar, claro e, depois, da cervejita, do solito e da boa esplanada. Mas, cara Anthrax, não o deixe ler esses jornais finlandeses, e mantenha-o firme junto de si, que o homem pode assustar-se de vez e dar à sola se continuar a ver notícias dessas. E se pensar em Sócrates lhe esquenta a cabeça, dê-lhe uns banhitos frios, que lhe ponham a cabeça fresca!E diga-lhe que, se nós aguentamos, um viking também não pode sossobrar.

Bartolomeu disse...

Uiiii, caro Dr. P. Cardão, do que se foi lembrar... se a nossa Amiga Anthrax se lembra de enaltecer a ancestralidade ao seu mais-que-tudo e de lhe espevitar a "veia" Viking e ele se lembra de evocar o deus Thor, estamos tramados... vai tudo corrido à martelada.

Anthrax disse...

Epá! Vocês nem me falem em martelos que isso deixa-me um bocado traumatizada.

Bartolomeu disse...

Atão?!
Desabafe, amiga Anthrax... os amigos são para isso mesmo...
Peraí que vou ali ver se encontro o hirudoid...

JotaC disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
JotaC disse...

Pois cara Anthrax, nós somos mesmo especiais...veja só como este vídeo nos retrata tão bem!...

https://www.youtube.com/watch?v=MEL48khJHRQ&feature=player_embedded#at=237

Pedro disse...

Anthrax,
(e restantes comentadores!)

Julgo que a esta discussão está a faltar um ponto deverás fulcral !!!

E que acredito será tb muito dificil de o fazer entender ao seu esposo Finlandes.

O ponto fulcral que me refiro é o seguinte:
- O PM que consduziu o Pais até aqui, vai-se candidatar de novo simplesmente porquê : PODE GANHAR!!!

e por estranho que possa parecer, PODE GANHAR porquê ?

Como está mais que provado,que embora possa parecer, o POVO não é PARVO!

Porque será que depois de tudo isto, o ex-PM ainda pode GANHAR?

Ora, é elementar, e certamente o seu esposo irá entender facilmente. Diga-lh só o seguinte:

- O ex-PM até pode vir a GANHAR, porque embora todos reconheçam que ele é mau, a OPOSIÇÂO tem demonstrado que não será melhor...e tem sido recorrentemente incompetente na tarefa de demonstrar que pode fazer diferente!

(explique-lhe por exemplo quem são as seguintes personagens: IsaltinoMorais, FatimaFelgueiras, ValentimLoureiro, ArmandoVara, DiasLoureiro, ..., ..., ..., etc, etc)

é simples, e vai ver que até um Finlandes perceberá, porque o Fado é tão sentido!

Pinho Cardão disse...

Caro Pedro:
Como exercício de masoquismo puro, é difícil encontrar melhor...

Unknown disse...

O comentário do leitor Pedro é ideologicamente preconceituoso (só invoca nomes de um lado da contenda como se não houvesse outros, a começar em PP) e intelectualmente desonesto: nenhuma dessas figuras é candidata a deputado nestas eleições e muito menos será primeiro-ministro!

Anthrax disse...

Tá a ver Bartolomeu! Você fala em Thor e o desgraçado passou o resto da tarde à martelada lá em cima! :)

Caro Pedro, pois eu nem sei por onde começar a responder-lhe porque aquilo que diz é o que oiço da boca das pessoas com quem vou conversando habitualmente.

Tem razão.

Sabe como é que são as campanhas eleitorais na Finlândia? O princípio é o de que todos têm direito às mesmas coisas e ao mesmo espaço. Por exemplo, você não vê grandes outdoors publicitários com cartazes dos partidos. O que há são placares onde os partidos políticos podem colocar os seus cartazes, mas os cartazes - de todos os partidos - têm de ser do mesmo tamanho e têm de estar todos colados um ao lado dos outros que é para as pessoas poderem ver a "oferta" e comparar. Além disso, todos têm direito ao mesmo tempo de antena na televisão. Quando há debates, ou é para todos ou não é para ninguém, porque o contrário é entendido como manipulação e as pessoas têm direito à informação isenta para poderem decidir o que é melhor para elas.

Toda a campanha eleitoral assenta no conteúdo da mensagem que os partidos transmitem e não nos efeitos especiais fornecidos pelos media. Você nos telejornais não vê os comentadorzinhos residentes a botarem discurso sobre isto ou aquilo. Simplesmente não há a figurinha do comentadorzinho residente (ou pelo menos eu nunca vi nenhum). Se for para comentar temas, fazem programas específicos para o efeito.

Isto não quer dizer, de modo algum, que os rapazitos sejam exemplares em tudo o que fazem porque não são. Os coitados também têm os seus problemas, agora não assiste aos arraiais que assiste aqui e de facto os partidos políticos têm de se esforçar para passar a mensagem aos cidadãos.

Caro Núncio,

Apesar de compreender a crítica que faz ao Pedro, note que os exemplos que ele referiu dizem respeito a personagens cuja conduta é - no mínimo - duvidosa. Haverá mais em vários quadrantes? Pois certamente que sim e um dos problemas é, exactamente, esse.

Bartolomeu disse...

Cara Anthrax, da elucidação que faz ao caro Pedro, da forma como decorrem as campanhas eleitorais na Finlândia, podemos inferir que: tanto os políticos como a população em geral, se preocupam em encontrar soluções, em lugar de encontrar culpados, em contraste com o que se passa cá no burgo.
Será por isso que eles vivem em democracia e nós, em perfeite e completa burrocracia?!

Pedro disse...

Nuncio,

compreendo que seja já muito dificil perceber a que "lado" pertencem os exemplos/figurinhas que apresentei.

É esse precisamente o ponto que tentei frizar.

Mas para abono da verdade, e já que me acusa de ser " ideologicamente preconceituoso (só invoca nomes de um lado da contenda " deixe-me que o elucide, para que possa tirar as suas proprias conclusões:
- IsaltinoMorais -> PSD
- FatimaFelgueiras -> PS
- ValentimLoureiro -> PSD
- ArmandoVara -> PS
- DiasLoureiro -> PSD

E isto representa apenas uma pequena amostra de "notaveis" da nossa politica.


P.S - Concordo consigo quando diz que existem outros, mas não me era possivel apresentar todos, pois se o fizesse o mais certo era o Blog entrar em colapso por falta de espaço...

Anthrax disse...

Caro Bartolomeu,

Pois não é que gostei do termo "burrocracia"? Pois é isso mesmo.

Bartolomeu disse...

Foi o termo mais chegado á realidade, que encontrei,Amiga Anthrax. Apesar de que, conheço alguns burros, que poderão sentir-se ofendidos com a comparação.
Olhe, por exemplo, o burro do Ti Xico, o meu vizinho lá da serra, que pode estar a cascos-de-rolha, mas assim que me vê, corre imediatamente na minha direcção, porque sabe que lhe vou dar um petisco, que tanto pode ser uma maçã, como uma cenoura... mas ele não se importa... não é esquisito.

Bartolomeu disse...

Ah... esqueci-me de referir que o burro do Ti Xico, se chama gaspar.
Não sei se o nome lhe foi posto a pensar no rei-mago, se por outro motivo qualquer, se, não existiu motivo para o acontecimento.

Anthrax disse...

Bem que o Ti Xico podia candidatar o gaspar a PM. Inscrevia-o num partido qualquer e ninguém precisava de saber que o candidato era um burro,assim como assim, ninguém daria pela diferença.

AF disse...

"Se a Economia querem safar, votem no GASPAR!"

Bartolomeu disse...

Atenção estimados confrades Anthrax e AF, não cedamos à tentação de cair em aforismos!
O gaspar, pertence à nobre casta dos asininos, ou asnos. A designação de "burro", não passa de um eufemismo que no caso em apreço, só é aplicável se o contexto não extravasar os limites do prado e do estábulo.
;)))

AF disse...

Cara Anthrax,

Um pequeno aparte: nada é demasiado para a cabeça de um finlandês. Foram os gajos que "inventaram" o Linux. Tenho dito.
:)

Anthrax disse...

Caro AF,
Foram sim senhor, e que aliás tem o nome do rapazito que o inventou. :)

Caro Bartolomeu.... :D

Sabe que na maior parte das vezes (mesmo que não pareça), eu sei o que é que escrevo. :)

Em 2009, Willie Bean Roscoe P. Coltrane, foi candidato à presidênica da Camâra Municipal de Fairhope no Alabama. O Willie é um labrador.

Em 1988, o candidato mais famoso à Perfeitura do Rio de Janeiro foi um chimpanzé chamado Tião, que obteve 400 mil votos e ficou em 3º lugar entre os 12 candidatos que concorreram.

Em 1958, o candidato a vereador mais votado, em S. Paulo no Brasil, chamava-se Cacareco e era um rinoceronte.

Por isso meu caro Bartolomeu, não há nada que impeça o Gaspar de se candidatar a PM... bom, excepto talvez a lei, mas como é do conhecimento geral, até a essa se pode dar a volta.

Este tipo de ocorrências surgem, normalmente, quando as pessoas estão descontentes com a falta de qualidade da classe política e surgem como forma de protesto. Pessoalmente considero que esta via é uma excelente forma de protesto e passa uma mensagem bastante clara. Calhando, faz-nos falta um verdadeiro burro na política.

Bartolomeu disse...

Estimada Anthrax, não sei se se trata de uma coincidência mas, ontem, ao chegar a casa no final do dia, encontrei o gaspar, junto à rede metálica que divide a minha propriedade da propriedade do Ti Xico. Enquanto me entretive a dar uma fruta ao asno, apareceu o dono que, na sua habitual bono mia me comunicou que este fim de semana, o gaspar ía ser tusquiado. Sobressaltei-me com o pensamento; queres tu ver Bartolomeu que o asinino já começa a ser alvo de uma acção de estética, que visa a promoção da imágem a candidato?!
Cá para mim, a amiga Anthrax já está na direcção da campanha e o nosso amigo AF, está a assessora-la...
vejam lá, se lhes der jeito um moço de estrebaria... contem aqui com este vosso humilde servo.

AF disse...

Anthrax,

O nome é tipo uma mistura "Borg" entre Linus Torvalds e Unix ... enfim, cenas geek! E a história do seu "nascimento" é fabulosa: nasceu da certeza de um aluno de que poderia fazer melhor que o professor. Disse que conseguia, e fez. E mais, e isto acho interessante, porque a grande maioria das pessoas não faz a mais pequena ideia da importância do Linux, pensam que é um "coisa de geeks": a maior parte dos servidores de internet funcionam em Linux (por exemplo, os servidores da Google!). E é completamente open-source ... enfim, é melhor parar por aqui, senão nunca mais acabava :)

Bartolomeu,

Caro amigo, por mim tudo bem, venha o asno, que a gente trata de o transformar num "senhor". Não deve ser difícil, a julgar pelos exemplos que por aí abundam ;)
O que há mais por aí são asnos a dar ares de senhores. Com a grande desvantagem de não serem genuínos, de não terem pedigree ... Está a ver, vantagem para o Gaspar, já!

Anthrax disse...

Hienoa, (sinä) olet opiskellut.

Tradução: muito bem, (tu) andaste a estudar. - Nota: o meu finlandês não dá para esticar muito porque estou só no nível dos principiantes :S

AF disse...

Ahahahah, segundo o Google translator, "Bem feito, tu estudou."

Mas não, não é bem isso :) Eu nunca "estudei" nada sobre Linux. Sou acima de tudo um apologista de software open-source e licenças GNU :)

Alías, uma ideia recorrente que me atormenta é: e se fizéssemos um "fork" ao Estado? :)

http://en.wikipedia.org/wiki/Fork_(software_development)

Anthrax disse...

BTW AF, cena de geek é ver vídeos como este: http://youtu.be/LkCNJRfSZBU e/ou como este http://youtu.be/ltM5jHIJFw4 e achar pilhas de graça. :)

Anthrax disse...

Ah e relativamente ao Forking do estado, parece-me uma boa ideia. Se não for excelente mesmo :D

AF disse...

Leeeeeeeroy Jnenenenenkkyyyyns!

Ahahahah! É o maior! Eu já conhecia :)

Quanto ao videoclip, não conhecia.
No que diz respeito a WoW, para mim, este é o apogeu:

http://www.youtube.com/watch?v=bqJE5TH5jhc

:)

Bartolomeu disse...

É pá... os vossos amigos, são uns gajos munta feios...

Anthrax disse...

Ah ah ah :)

Dessa série gosto particularmente do anúncio do mini-me. Depois há outros que têm também montes de graça como, por exemplo, o do Hitler que é banido do WoW.

Agora, o Leeeeeeeroy é o Leeeeeroy. Não há nada que pague isso, para tudo o resto há o "mastercard" :D

Bartolomeu disse...

No meio disto tudo, lamento o abandono a que a mocinha de calções encarnados é votada.
Mas não haverá um game que a console???

AF disse...

Bartolomeu,

Nada disso! Não haja confusões, eu não me meto nessas aventuras no WoW. Isso é o departamento da camarada Anthrax! :) Eu sou apenas um pobre programador, cuja área de "especialização" faz com que esteja sempre o mais actualizado possível sobre tudo o que é 3D, Videojogos, e outras coisas maradas tipo Realidade Aumentada :)

Mas não me diga que não aprecia o inconfundível BA Barracus, dos "Soldados da Fortuna" :D

"I pitty you fools!"

Anthrax,

Sem dúvida, esse Leroy é um herói! (pun intended)

Quem andava bastante de volta do WoW era o meu sobrinho mais novo, eu nunca me "viciei" nisso. O único desses "vícios" foi o Killzone 2.

Ah, e um que também abandonei foi jogar Warhammer, mas à séria, não em computador. Com os exércitozinhos e cenários reais e tudo. Um espetáculo. Ainda tenho uma malinha cheia de esqueletos, ghouls e wraiths e coisas semelhantes, do meu exército de Undead Vampire Counts :D

Bartolomeu disse...

Nááá, caro AF... não perco o meu precioso tempo com jogos 3D, ou assim...
Eu, como funcionário público, dedico-me a coisas mais radicais e empolgantes... tipo, sentado a uma secretária, colocando carimbos em folhas de papel.
Neste momento, estou quase a bater o record do meu colega do lado.
Estou a atingir a marca das 4 carimbadelas seguidas sem bocejar.
Logo que consiga, ganho um jantar de aposta, na tasca da esquina, com direito a 3 impriaizzz.

Anthrax disse...

Mwaahhaaahaaaa!
E eu tenho uma party de witchelves e em chumbo, não eram aquelas porcarias que fazem agora em plástico :D... bom, tinha. Agora não sei onde é que elas andam. O que eu costumava jogar era mesmo Warhammer Fantasy roleplay.

Aliás, uma das minhas paragens obrigatórias sempre que ía a Bruxelas era a Games workshop... bom e depois era o Leon para ir comer mexilhões.

O WoW foi uma boa substituição quando deixei de fazer essas coisas.

Amigo Bartolomeu, então ainda não meteram aí os carimbos electrónicos? Bom, mas eu alinhava mesmo era numas impriaizz e nuns caracóiiizzz. :)

Bartolomeu disse...

Qual eléctrónicos, qual carapuça... está a querer mandar-me para o desemprego, amiga (?) Anthrax?
Quando lhe apetecer uns caracolinhozzz à séria, apite, que eu conheço um sítio onde os confeccionam... de "estalo"!

Anthrax disse...

Aiiii Bartolomeu, nem me diga uma coisa dessas que eu apito mesmo! :))

Caracolinhozzz, ainda por cima à séria, eu não passo. Bolas... agora vou ficar o tempo todo a pensar nisto.

Bartolomeu disse...

Então vamos lá!
E já agora, estendemos o desafio aos restantes tertúlios que sejam, estejam, ou venham a Lisboa... hummm? O qué cáxa?!

Anthrax disse...

Áxa muito bem. :)

Pré-requisitos:

1) Gostar de caracóizzz
2) Gostar de impriaizzz

Não necessariamente por esta ordem e podemos levar finlandeses (porque somos multiculturais e estamos todos no mesmo barco).

Bartolomeu disse...

Podemos, não! Devemos!
Afinal temos de fazer alarde do nossa característica mais valiosa: a multiculturalidade!
Caramba... ía dando um nó nas teclas, ao escrever esta palavra...

AF disse...

Meus caros,

Lamento declinar o convite, mas neste momento não me posso deslocar ao estrangeiro ;)

eheheh brincadeirinha!

De qualquer forma, caracol é bixo ranhoso que não me convence :)

Ainda se fossem umas moelitas, ou umas bifanas (mas à séria, não é o que vosselências chamam bifana aí pra baixo :) ) ...

Mas acho uma boa iniciativa, e desejo-vos um muito bom repasto.

E essa da multiculturalidade com caracóis lembra-me aquela publicidade em que um senhor ia recolhendo as travessinhas com as cascas, até chegar à mesa dum estranja, que, sem cascas nenhumas, e a acabar de comer com um ruído tipo "crunch!crunch!" dizia com um sotaque estilo alemão: "Muito boas as carracoletas ..."

Bartolomeu disse...

Caro AF; essa do estranja a comer caracol com casca, lembrou-me a do americano que entra numa tasca do Cais do Sodré e pede ao empregado um bébida tipico pórtuguése. O empregado, rapaz das berças, chegado ha pouco tempo ao negócio, serve uma macieira ao cliente. O americano emborca aquilo de um golo, estala a lingua e declara; não ser mau mas, querer bébida mais forte...
O marçano um pouco atrapalhado, porque o patrão não estava, vasculha os armários e encontra um garrafa de bagaço lá da terra e, serve ao cliente. Repe-te-se a cena e o americano volta a pedir um bébida mais fórte. Desesperado, o moço volta a abrir os armários e encontra outra garrafa por baixo do balcão. Pensando que se trata de outro bagaço caseiro, serve um copo ao cliente. O americano emborca de shot, fica em suspenso, abre a boca, ganha fôlego e declara: hmmmm iste sim... iste é vérd´´adeirámente bom, serve outra:
O empregado radiante, enche de novo o copo ao americano, este bebe de um trago, estala a lingua e pede mais... até a garrafa ficar vazia. No fim paga, agradece e sai.
Quando o patrão volta, o marçano ainda meio zonzo, conta-lhe o sucedido e mostra a garrafa vazia que tinho sido a delícia do americano.
O patrão, mal vê a garrafa, deita as mãos à cabeça e grita para o empregado; ah malandro, és a minha ruína, o que tu serviste ao americano, foi ácido sulfúrico que eu utilizo para desentupir os canos... estamos tramados, o americano vai morrer e não tarda aparece-nos aí a polícia.
No dia seguinte, entra de novo o americano no bar e o empregado muito aflito, vai a correr chamar o patrão. O homem lá vem, muito a medo e com um sorriso amarelo dirige-se ao americano e pergunta; em que posso servi-lo caro senhor?
O americano com o ar mais radiante deste mundo, responde: mim querer mais daquele bébida tipico que empregado sérvirme ontem!
O patrão atónito e balbuciante, indaga; mas... então... gostou da bebidinha?
- Sim!!! Oh yesss!!! very goooood!!!
Só ter um piquena problema... provocar-me um pouca de gazes e... quando mim soltar éssas gazes, queimar os cuécas...

AF disse...

Eheheh! Também já conhecia essa! Antiguinha! Acho que ouvi numa daquelas cassettes manhosas de anedotas que há uns anos largos eram moda :)

Bartolomeu disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Bartolomeu disse...

Ah sim, caro AF?!
Olhe, a estória que acabeui de contar, ouvi-a de certa vélhinha, um dia em que fui degustar (uns caracois~), ao salão de um titular, lá prós paços da raínha...
;)))))

AF disse...

Não me diga que ia embuçado, caro Bartolomeu! Pra comer caracóis não deve dar muito jeito ;)

Bartolomeu disse...

Sim... quer dizer... não... hmmmm, talvez, ou melhor... o embusso era holográfico, pronto.
Mas os caracois, não!