Número total de visualizações de página

sexta-feira, 8 de novembro de 2013

Olhem a nossa cara de admiração

Afinal ainda nenhuma das grandes superfícies pagou, mas mesmo assim já se arrecadaram três milhões. Falta contabilizar o que se gasta com a litigância em curso.

4 comentários:

Bartolomeu disse...

Bom... até que os processos judiciais que se encontram pendentes, se resolvam, seja por arquivamento, ou outra forma qualquer... as dúvidas do Bloco de Esquerda, parece terem motivos para se manter e continuar a acusar o Governo de ser forte com os fracos e fraco com os fortes. De uma coisa podem os pequenos distribuidores estar certos: se os processos contra as grandes superfícies forem arquivados, ou se arrastarem "ad eternum" pelos tribuinais, aquilo que já pagaram não lhes será restituído e não seixarão jamais de continuar a pagar. E... três milhões nem pode considerar-se uma gordura... é uma entremeada...

Pedro disse...

Pois...
se calar os 3 milhoes, como diz o comentador Bartolomeu, não são "gorduras" mas antes "uma entremeada".

A questão de fundo, é que a "entremeada" para os grandes distribuidores, talvez possa significar uma mera "bucha", uma "migalha".

Mas para um pequeno distribuidor, a "entremeada" é muitas das vezes a unica "refeição" ao seu alcance...

...e sem a misera "entremeada" acaba o pequeno distribuidor por ficar "anorectico"!


Mas pronto, o grave problema mesmo, como já foi identificado, é mesmo "andarmos a comer bifes todos os dias!"...só pode!

Margarida Corrêa de Aguiar disse...

Suzana
Lançar taxas sobre as empresas e sobre os consumidores parece ser fácil. É uma forma expedita de ir buscar dinheiro para alimentar fundos, comissões e até empresas. A par da fiscalidade criámos um sistema paralelo de taxabilidade. A proliferação de taxas é uma matéria que poderia ser tratada pela reforma do Estado!

jotaC disse...

A Sra.Ministra Cristas diz que há mais uma grande superfície "disponível" para pagar(!), e talvez até tivesse dito isto com aquele ar guloso que a caracteriza...
Pois eu acho que sim , têm toda a obrigação de depositar a taxa que repercutem naturalmente no custo final do produto, e como prémio por fazerem de conta que pagam o que é deles, fazendo dos consumidores estúpidos, são obsequiados com a baixa do IRC...