Número total de visualizações de página

sábado, 31 de março de 2012

Pecado ou oásis?

Fiquei admirada. Sempre pensei, parece que mal, que o chocolate engorda, que embora tenha qualidades anti-stressantes, pode fazer mal à saúde.
Leio (Revista do Expresso) agora o contrário, que “comer chocolate emagrece…”! É que um estudo feito pela Universidade da Califórnia “conclui que comer chocolate pode ajudar a manter as pessoas magras. A experiência demonstrou que quem comia chocolate várias vezes por semana era, em regra, mais magro do que quem comia este alimento ocasionalmente. A frequência e o tipo de calorias – e não a quantidade – são a questão chave.
Com muita frequência estamos a ser bombardeados com estudos e investigações que nos baralham o conhecimento ou a percepção que temos sobre o que faz bem e o que faz mal à saúde. De repente, o que seria um “pecado” transforma-se num “oásis” ou ao contrário. É que ficamos sem saber em que acreditar ou, então, a informação para processar de novo é tão revolucionária que mantemos tudo como está e não aproveitamos as boas novas…

11 comentários:

Rui Fonseca disse...

Se assim for lá se vai abaixo o aforismo que garantia que tudo o que sabe bem ou faz mal à saúde ou é pecado.

Ou talvez o chocolate seja a excepção que confirma a regra. Quem sabe?

Bartolomeu disse...

Nem sempre aquilo que faz bem, ou que não faz mal a uns, tem o mesmo efeito com outros.
Mas lá que chocolae é bom, isso é!
;)
Do negro, amargo... hmmmm...
Quanto às popriedades "adelgaçantes" do chocolate, acredito piamente no estudo da UC... sobretudo se as pessoas não ingerirem outros alimentos que os façam engordar.
Estou a lembrar-me da estória do fulano que foi ao oftalmologista, queixar-se de não conseguir ler. Após a colocação do primeiro par de lentes, o fulano continuava a não conseguir ler. Passados 3 pares de lentes, o resultado mantinha-se, até que o médico se lembrou de perguntar ao queixoso paciente, se sabia ler, ao que este respondeu: Então o Sr. Doutor acha que se soubesse ler, tinha vindo aqui incomoda-lo?!

Massano Cardoso disse...

Dentro das exceções podem incluir, também, o vinho, a cerveja, o tremoço, a sardinha, o presunto pata negra, a posta mirandesa, a alheira, o queijo de, de, de...., qualquer um serve, a ginjinha de Óbidos, e se for comida com o cálice de chocolate tanto melhor. A lista das exceções fica por aqui? Não! Poderia continuar, com beringelas, malaguetas, cravinho, canela, azeitonas, grão de bico, amêijoas à Bulhão Pato, comi há pouco umas que estavam deliciosas, enfim, isto de alimentos tem muito que se diga...

Tonibler disse...

As ameijoas à Bulhão Pato, para além de preventivas de todas as maleitas conhecidas, como a lepra, tosse convulsa e síndrome de Karmann-Ghia, é bem conhecido o seu efeito calmante, excitante, diurético e dietético.

Eu gostava de tomar umas doses todas as semanas mas, infelizmente, devido às restrições impostas pela troika, parece que o governo não está inclinado para as incluir nos medicamentos comparticipados.

SLGS disse...

Meus Senhores, o mundo é comandado pelos interesses económicos e nisso os americanos são especialistas, naturalmente asessorados por "cabeças" pouco, muito pouco, escrupulosas. Se um dia tiverem necessidade de se ver livres dos seus imensos depósitos de trampa, logo aparecerá um "estudo" de um famoso cientista afirmando que comer M.... é do melhor que há para a saúde e, curiosamente, vai vender-se, não tenhamos dúvidas.
É o MUNDO em que vivemos...

Catarina disse...

Fico-me por um pequeno quadrado de chocolate com 85% de cacau... mesmo que depois coloque à minha frente uma atraente fatia de bolo de queijo!
Cumprimentos, cara Margarida.

Caboclo disse...

Teobromina Cacau ..é nome da planta ..
Significa Comida dos Deuses ..por isso nunca poderia ser ruim ..antes pelo contrário..

O amigo SGLS esquece-se de demonizar também a penicilina ..já que tb saiu de uma cabeça americana ...irra ..malditos preconceitos ..
Cuidado SGLS ..a inveja mata..

Margarida Corrêa de Aguiar disse...

Caro Rui Fonseca
O ditado mantém-se. De vez em quando querem nos convencer do contrário...
Caro Bartolomeu
A história de médico e do "queixoso paciente" é mesmo muito curiosa. Faz lembrar a do copo meio cheio ou meio vazio.
Caro Professor Massano Cardoso
A lista de coisas boas é inesgotável. Para irmos a todas, temos mesmo que ser moderados. Bem há quem não pense assim e viva em permanentes excessos com aquela máxima de que a vida são dois dias.
Caro Tonibler
Nem essas amêijoas nem outras, os tempos não estão para grandes comezainas.
Concordo, Caro SGLS, há estudos para todas as conveniências. Mas a verdade é que hoje podemos viver com mais saúde e mais tempo graças aos avanços clínicos, que claro está, nunca estão dissociadas dos interesses económicos.
Cara Catrina
Já experimentou o chocolate de São Tomé e Príncipe? É quase 100% cacau. Li algures que quanto maior a percentagem de cacau menos mal o chocolate faz à saúde. Assim, sempre podemos abusar um bocadinho.

SLGS disse...

Caríssimo Caboclo, eu não disse que os americanos eram todos pouco escrupulosos, só disse que são especialistas em "vender" o que lhes interessa,buscando parceiros pouco escrupulosos que sirvam os seus fins. Temos bastos exemplos que, seria fastidioso enunciar. É só olhar restropectivamente. No entanto, não descarto tudo o que de bom também nos trouxeram, como o exemplo que refer, a penicilina.E o que me diz da bomba atómica?
Já agora aproveito para lhe dizer que me não considero preconceituoso (pensando assim sê-lo-ei?) e muito menos invejoso.
Considero-me tão só um indivíduo que não vai no radicalismo de todos os "estudos" que aparecem e que, face ao antecedente, fica de sobreaviso até convencimento em contrário, especialmente quando atrás desses estudos estão interesses economicistas e não só.

Caboclo disse...

Pois ..boa emenda SGLS ...é assim mesmo ..

Pq vc cita a bomba atómica ..vai ter que emendar de novo..

A BA foi utilizada duas vezes .

Existiam duas opções, ou morriam dois milhões de pessoas na conquista do Japão na forma convencional ou morriam duzentas mil usando as BA em duas cidades fábrica armamentista..
Qual seria a sua opção ?
Os alemães já produziam água pesada que só serve para uma coisa.Imagine se eles tivessem tido mais um tempinho ..é que mísseis já tinham ..

Cuidado SGLS...não é só a inveja que mata .. morder a mão que nos salva ..também mata ...

SLGS disse...

Caríssimo Caboclo, tem toda a razão ao dizer que volto à carga, só se engana é em dizer que emendo. Não emendei nem emendo, unicamente pretendo esclarecer quem me não compreendeu.
Quanto à oportunidade de utilização "benigna" das duas BA, isso era conversa para muitos dias. Nessa altura já os Alemães não mexiam e os Japoneses pouco mais, pois já não tinham, que se visse, Exército, Marinha , Força Aérea. Poder-se -iam ter procurado soluções convencionais para neutralizar as cidades armamentistas, com efeitos muito mais localizados e menos perniciosos. Mas enfim, a "experiência" tinha que ser feita.
Quanto à BA e suas sucedâneas a ameaça é permanente e aqui, reconheço, não só por parte dos Americanos...pouco falta para ser global.
Da minha parte, está encerrada a sessão. Abraço amigo