Número total de visualizações de página

sexta-feira, 15 de junho de 2012

Fazer pela inovação...


É uma interessante inovação da Universidade do Minho, chama-se WikiScore, uma espécie de Wikipedia para a produção de conteúdos musicais à escala global. Mas o que é também interessante é a afirmação de um dos responsáveis pela construção da nova ferramenta: “Não podemos esperar que seja a tutela ou uma fundação como a Gulbenkian a digitalizar as obras”. É um sinal de mudança de mentalidade, uma prova de capacidade empreendedora fora das amarras do Estado, um testemunho de que há talentos e vontades para criar e inovar, de que somos capazes de mobilizar recursos locais para produzir soluções globais.

3 comentários:

jotaC disse...

Não é a primeira vez que esta Universidade surpreende pela positiva, com trabalhos de inovação.
É lamentável que, em Portugal, as empresas não recorram às Universidades aproveitando o seu potencial para inovarem, tinham muito a ganhar e o país também...

Margarida Corrêa de Aguiar disse...

Caro jotaC
Precisamos de desenvolver uma cultura de inovação, para este objectivo a cooperação entre empresas e universidades é fundamental tal como diz. Este novo paradigma é um desafio nacional.

Suzana Toscano disse...

É isso mesmo, as Universidades fazem um trabalho excelente e têm muito para dar ao País, há que promover o que fazem com competência e iniciativas como esta bem merecem ser notícia.