Número total de visualizações de página

segunda-feira, 2 de abril de 2012

Ora vamos lá ver quem ganha!...

Depois de 80 mil milhões de euros de “investimento” socrático em Despesa Pública, uma descida do PIB e um aumento da taxa de desemprego para 15%.
Tal situação deve-se:
a) Ao facto de a Despesa Pública ser muito reprodutiva
b) Aos especuladores internacionais
c) Ao facto de a Despesa Pública ser muito pouco reprodutiva
d) À intromissão do poder financeiro e da alta finança internacional
e) Ao facto de a Despesa Pública não ser nada reprodutiva
f) Ao facto de a Despesa Pública ser prejudicial à economia
g) Ao sub-prime e a todos os produtos financeiros estruturados tóxicos
h) Não há qualquer correlação entre os factores em causa, pelo que se deve aumentar a despesa pública
i) Ao facto de o aumento da Despesa Pública implicar mais impostos que prejudicam a economia
j) Ao facto de o aumento da Despesa Pública implicar mais dívida pública que tem que ser paga com novos impostos
k) Ao facto de o aumento da Despesa Pública implicar mais impostos e mais dívida pública
l) Ao facto de o aumento da Despesa Pública ter sido decidido por razões políticas, fora de qualquer racionalidade económica.
m) Ao facto de o aumento da Despesa Pública ter sido decidido por razões oportunísticas
n) Outra razão
o) Não sabe, não responde
Uma prenda para quem não acertar: tornar-se porta-voz exclusivo do Partido Socialista

9 comentários:

JM Ferreira de Almeida disse...

Perante a ameaça do último parágrafo opto por uma estraégia de risco zero - alínea o)!

Pinho Cardão disse...

Assim não vale, caro Ferreira de Almeida!

(c) P.A.S. Pedro Almeida Sande disse...

p)Ao caso BPN, BPP, Freeport, PPP, ...
q) Ao bom povo Português que nunca assentou arrais na AR, nunca representou grandes escritórios de advogados, nunca teve assento nas administrações das empresas públicas, nuca teve reformas em duplicado,nunca foi chamado à feitura de legislação, ...
r) Aos reguladores dos sectores monopolizados.
s) À descrença nacional e falta de metas na ultrapassagem da crise;
t) À cegueira e irresponsabilidade da luta política;
u) À mentira na alienação da representatividade, falta de sentido da realidade e falta de competência, mérito e ética nos lugares chaves da administração do bem público;
v) A um sistema político caduco e pouco democrático;
x) A todas as alíneas anteriores;
y) À visão Merkozy de uma Europa solidária e unida;
z) A novas alíneas que nos surpreendem todos os dias...

JM Ferreira de Almeida disse...

Pinho Cardão, o meu Amigo ameaça com sevícia. Por isso, apesar de sentir que sei o suficiente dessa quase ciência oculta cultivada por tanta gente neste país para poder responder, não arrisco nada. Nadinha! ;)

Pinho Cardão disse...

Caro Ferreira de Almeida, recusa assim uma dádiva (dávida, não sevícia...) por que tantos anseiam de aparecer todos os dias nas televisões?

Suzana Toscano disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Suzana Toscano disse...

estou com o Ferreira de Almeida, com esse prémio não vamos a lado nenhum e como o caro P.A.S. já esgotou as alíneas chegamos à conclusão de que é melhor fechar o País. O pior é que, parafraseando à portuguesa, este país é o pior para viver, se excluirmos todos os outros...

Caboclo disse...

Quando ouço falar de porta voz do partido socialista dá-me vómitos ..é que é impossível não associar esse cargo com paulo pedroso.

MM disse...

Ouso esta resposta, que sempre anima a alma...

http://www.youtube.com/embed/paH0V6JLxSI