Número total de visualizações de página

quarta-feira, 18 de abril de 2012

"Sons e odores do passado"

Acabei de receber o livro, uma coletânea de crónicas. Um gosto pessoal.

Numa das badana escrevi: "Todas as crónicas incluídas neste volume foram inspiradas em vivências de Santa Comba Dão; muitas mais poderiam ser criadas, aguardam apenas o momento adequado.

Do passado ficam-nos muitas recordações, guardadas nas gavetas da memória. De vez em quando, ao abri-las, sentimos estranhas fragrâncias e sons capazes de nos transportar no tempo.

Guardamos facilmente imagens através de fotografias, mas não registamos em álbuns os cheiros e os sons do passado. Ninguém anda, no dia-a-dia, a gravar conversas perdidas ou sons únicos, irrepetíveis, do mesmo modo que não se armazenam certos odores.

Nesta obra existe apenas uma imagem, a da capa, a igreja. A razão é muito simples. Quando adquiri a obra, pintada num belo sábado de manhã, fiquei admirado com o ângulo da mesma, a parte lateral, onde se visualiza a escadaria de acesso. O pintor não optou pela bela frontaria. Pensei, não quis retratar o monumento, mas sim pintar uma escadaria onde passaram e continuam a passar as almas. É isso, não se veem, mas é por ali que passam. Simbolicamente, representa todas as imagens da vida dos que por aqui andaram e andam.

Sons e odores do passado aliados a uma imagem que dispensa palavras..."

Gostava de oferecer um exemplar aos amigos e comentadores do blog, não sendo possível, coloquei no SCRIBD a versão em pdf.

(http://pt.scribd.com/doc/90045103/Sons-e-Odores-Do-Passado)

6 comentários:

Catarina disse...

Parabéns, caro Prof. Crónicas que serão, sem dúvida, do agrado dos seus leitores.

Bartolomeu disse...

«De vez em quando, ao abri-las, sentimos estranhas fragrâncias e sons capazes de nos transportar no tempo.»
É indubitávelmente essa maisvalia, que identificamos nos maravilhosos textos com que o caro Professor polvilha este blog, e na qual nos lambuzamos insaciávelmente.
Pensando que expresso a vontade dos demais, pedimos-lhe, caro Professor; mais, dê-nos mais deste alimento para o espírito.
E, penso que deva acrescentar na badana restante: "Todos os que tiverem oportunidade de ler esta obra, sintam os "retalhos das vidas" que ela comporta, acaricia e respeita. As vidas de todos nós, num passeio literário de enorme qualidade.
Parabéns, caríssimo Amigo e que a todos dê tanto prazer ler os seus "Sons e odores do passado" (que serão eternamente presente) como ao Senhor, escrevê-los e compila-los neste livro, inteligentemente capeado!

jotaC disse...

Caro Professor,
Fico-lhe muito grato, já espreitei, são 128 páginas onde muito há, certamente, a reter. Obrigado.

Pinho Cardão disse...

Parabéns, caro Professor, pelos seus contos sempre actuais e cheios de uma sensibiidade que nos toca a todos. E a capa também é linda e ajustada!

JM Ferreira de Almeida disse...

Já usei! E como sempre deliciei-me com a escrita.

Margarida Corrêa de Aguiar disse...

Muito obrigada, Professor Massano Cardoso, pelas deliciosas leituras que me vai proporcionar.