Número total de visualizações de página

segunda-feira, 2 de abril de 2012

Sic gloria transit

Vai por aí uma gritaria do PS por causa da última prédica dominical do Professor Marcelo Rebelo de Sousa. Ao seu melhor estilo, MRS opiniou sobre a verdadeira intenção de António José Seguro na revisão estatutária que este propôs e que levou avante na Comissão Nacional. Politicamente considerou que aquilo foi coisa para estreitar caminho a António Costa que teria metido na cabeça que bom, bom, é ser PM e lider do PS passadas que sejam as autárquicas, apeando Seguro. E Seguro, que se fez na política e não precisa da ser telepata para perceber o que vai na cabeça dos camaradas, vai de consignar nos estatutos que lider é lider e candidato a PM até às legislativas. E "como jurista", a MRS pareceu ilegal a manobra, ofensiva dos estatutos na versão antes da revisão, embora concedesse que o órgão de jurisdição do PS lá achará uma razão para validar a deliberação.
Leio que o lider distrital do PS algarvio proclamou que «não se tratou de um simples comentário às decisões de um órgão do PS», mas sim de «um ataque de caráter ao líder da oposição» que «criou instabilidade no partido e no País». Pede, perante o escândalo, a condenação máxima por este "ataque de caráter" - a demissão de Conselheiro de Estado do professor comentador. É verdade que outros dirigentes socialistas têm sido mais contidos na reação, a despeito de também eles disfarçarem mal que o líder não vai formoso nem seguro. É o caso do lider do GP do PS.

Perdoem-me a falsa modéstia de fazer um comentário com a acuidade de prognose próxima da que só MRS é capaz, para dizer a quem me estiver a ler que, após ouvir ontem MRS, comentei cá para os meus botões: "queres ver que a rapaziada do PS vai cair na esparrela e amanhã berra desalmadamente contra o Professor?". Bingo!
Imagino MRS a esfregar as mãos de contente por mais este sucesso. Em tempos não muito longínquos, as intervenções do Professor, que começavam a cansar pelo estilo e sobretudo por que o país vivia mais preocupado com a triste realidade do que com comentários e enfabulações, recuperaram audiências e atenções, em especial da classe política. Dessa vez saltou-lhe ao caminho salvador, revelando habilidades políticas de fino recorte, um inflamado ministro dos assuntos parlamentares do seu próprio partido, inconformado com as censuras de Marcelo. Desta vez parece ser a direção política do PS em peso a desempenhar esse papel. Marcelo certamente agradece que, muito em particular neste momento, em relação a si façam o favor de adiar o velho dito sic gloria transit. António José Seguro, ao expor fraquezas desta forma, arrisca-se a que mais cedo do que pensava, o dito se lhe aplique.

Adenda "Fui vítima de ataque vil e fundado em factos completamente falsos", reagiu António José Seguro às críticas de Marcelo Rebelo de Sousa - notícia do DE das 21h e 30m. MRS queima as mãos de tanto esfregar...

4 comentários:

Pinho Cardão disse...

Magistral, Marcelo!...
Magistral Marcelo.
Magistral, Marcelo?
De facto, tem toda a razão, caro Ferreira de Almeida. E Marcelo também...penso eu de que...

Suzana Toscano disse...

ainda por cima há uma guerra qualquer por causa das medições das audiências, não é?

Caboclo disse...

MRS é um lançador de fumo profissional .. longínquo é o tempo que me iludi com ele ..
MRS é um ..lambedor de botas do regime socialista ...faz parte integral de um sistema profundamente corrupto..perverso e ruinoso.
Ali faz qualquer coisa ..qualquer coisa mesmo para não sair do confessionário mediático..
Chega a fazer pena !
Patético !
"...E "como jurista", a MRS pareceu ilegal a manobra..."
Jurista ? isso é uma piada ?Existem leis para a classe socialista dominante ?Parece ilegal ? Parece ou é ? Porque fazem as leis dubias ? Porque será ?
Jurista não ..manipulador !
Não esquecer ..MRS e o PSD são socialistas,...eles votaram a constituição socialista e toda a chusma de leis e regras tóxicas que contaminam a nossa sociedade ..
MRS foi um aparador do jogo toxico de socrates ..lhe fez oposição delicodoce..lançando a sua especialidade ..cortinas de fumaça para cá ..cortinas de fumaça para lá ..
É fumacento demais ..faz dó ..mas não só ..faz nojo também ...e agonia..

JM Ferreira de Almeida disse...

Caro Caboclo, já em diversas ocasiões se apelou aqui à moderação no teor dos comentários. Este é um espaço que queremos que se mantenha livre. Livre, observando algumas regras, aliás simples e de fácil respeito, somente as da urbanidade e do respeito devido não só aos autores do blogue, aos comentadores, mas também aos visados pelos posts ou pelo debate que suscitem.
Peço-lhe que guarde para si expressões que são objetivamente ofensivas, contudo desncessárias para fazer valer os seus pontos de vista. Encontrará, certamente, palavras para sublinhar o que quer ver bem sublinhado. Palavras enérgicas, mas fruto do nível de educação que tem sido possivel, sem qualquer esforço diga-se de passagem, manter no 4R.
Se porém estiver certo que, por alguma razão, necessita de desabafar nos termos em que o tem feito e continua a fazer aqui, recomendo-lhe vivamente que se poupe e nos poupe ao incómodo de nos ler e comentar e procure outro blogue onde os seus comentários não destoem. Há por aí muitos, não será nada dificil encontrá-los, garanto-lhe.