Número total de visualizações de página

sábado, 13 de outubro de 2012

Encalhados...

Quando a costa é perigosa, o tempo não é de feição e ao leme a habilidade não se revela adequada à situação, é grande a probabilidade de desastre.

Recordação de um cemitério. Costa dos Esqueletos, Namíbia, 2010. 

6 comentários:

Tonibler disse...

Impeachment?

Anónimo disse...

Impossible, as you know.

Tonibler disse...

AK47?

Bartolomeu disse...

Vos quibus rector maris atque terrae
Jus dedit magnum necis aque vitae,
Ponite inflatos tumidosque vultus:
Quicquid a vobis minorexpauescit,
Maior hoc vobis dominus minatur;

Omne sub regno grauiore regnum est:
Hunc dies uidit ueniens superbu
Hunc dies uidit fugiens iacentem.
Nemo confidat nimium secundis
Nemo desperet meliora lassis;

Penso que no "quarta", tanto os autores, como os visitantes, dominem com natural à-vontade a tradução do latim mas, para o caso de não estarem para se maçar, aqui fica a tradução dos dois últimos versos:

«...Que ninguém confie no que é excessivamente propício;
que ninguém, na dor, deixe de esperar coisas melhores;»

;)))

Anónimo disse...

Estou nessa, meu caro Bartolomeu. E até já encomendei umas missas. Em latim, para chegar lá acima mais depressa :)

jotaC disse...

Pois...o problema é que o "rombo" é feito nos costados daqueles que por cá ficam; eles experienciam mas não metem a cabeça no cepo, como na idade média...