Número total de visualizações de página

quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Predadores...

No meio de toda a confusão e tristeza que nos cerca há dramas que chamam a atenção e que nos devem obrigar a pensar e a encontrar soluções, soluções técnicas, jurídicas e preventivas. Amanda Todd suicidou-se. Tinha 15 anos. O mundo é dos predadores, sejam eles quem for e usem o que usar. Ganham, destruindo a vida dos outros.

6 comentários:

Tonibler disse...

Estas histórias são sempre arrepiantes, particularmente pelo desfasamento na percepção do que é realmente importante nos miúdos(e que os predadores aproveitam).

JM Ferreira de Almeida disse...

Chocante, mas real. Diz bem, meu caro Professor Massano, a desolação em que mergulhámos faz esquecer os novos riscos desta sociedade e a necessidade de os prevenir e sobretudo de proteger os mais vulneráveis.

jotaC disse...

Subscrevo os comentários antecedentes.

Pedro disse...

Tenho uma filhota de 11 anos, que considero "info-incluida", e cujas actividades "internetianas" acompanho tanto quanto possivel.

Naturalmente, alerto-a para os perigos, no entanto verifica nela bem como nos "grupos" em que se integra, toda a fragilidade inerente á "inocencia" das tenras idades.

Perante a arrepiante historia relatada, e perante o que constacto no crescimento da minha filha e restante grupo...ou seja naquilo que me parece ser a Realidade actual...julgo que no ambito escolar seria essencial o abordar destas questões.

Exitem nos curriculos actuais uma disciplina : Educação Civica e/ou Educação para a Cidadania : que sendo importante, e sem que fosse necessário roubar horas de estudo ás ciencias, poderia/DEVERIA (digo eu!) ser o local ideial para uma : "Educação para a SociedadeDigital" : onde seriam abordadas todas estas tematicas, perigos, melhores praticas e procedimentos perante situações de abuso.

Noto, até por situações já ocorridas, que a falta de conhecimento geral nestas matérias estende-se perigosamente tambem a professores e direcções escolares.

Julgo que como em muitas outras materias, só o conhecimento pode previnir esta situações. Não sei se a Troika o permite...mas tenho a certeza que hoje um dos locais mais perigosos do Mundo para os adolescentes : A net/redes sociais.

Massano Cardoso disse...

Bem pensado e melhor sugerido.

Suzana Toscano disse...

Caro Pedro, os pais tentam sempre desesperadamente proteger os filhos de todos os perigos que conhecem embora seja impossível prever tudo ou tolhê-los de tal modo que não consigam fazer as suas vidas correndo alguns riscos. mas as tecnologias de comunicação são,em grande parte, uma aprendizagem dos pais ainda mais tardia do que a dos filhos, no caso dos professores também deve acontecer o mesmo, quantas vezes me surpreendo a aprender com as minhas filhas (já adultas) os segredos e as imprudências escancaradas do facebook ou do messenger. Duvido que as escolas consigam fazer esse impossível, talvez a divulgação de casos dramáticos como este possam fazer muito mais, pelo menos temos que confiar no efeito desta aprendizagem colectiva, ainda que a preço tão elevado para os que não o conseguiram evitar.