Número total de visualizações de página

quinta-feira, 11 de outubro de 2012

Socialistas de memória curta...I

Em 1983, com o país à beira da bancarrota, Mário Soares chamou o FMI.
 
Basta circular pelo País e atentar nas inscrições nas paredes. Uma verdadeira agressão quotidiana que é intolerável que não seja punida na lei. Sê-lo-á. (Mário Soares- RTP, 31 de Maio de 1984...)
 
A CGTP concentra-se em reivindicações políticas com menosprezo dos interesses dos trabalhadores que pretende representar. (Mário Soares- RTP, 1 de Junho de1984...)

[O desemprego e os salário em atraso], isso é uma questão das empresas e não do Estado. Isso é uma questão que faz parte do livre jogo das empresas e dos trabalhadores. O Estado só deve garantir o o subsídio de desemprego. (Mário Soares- JN, 28 de Abril de 1984)

Os problemas económicos em Portugal são fáceis de explicar e a única coisa a fazer é apertar o cinto. (Mário Soares- DN, 27 de Maio de 1984)

Pedi que com imaginação e capacidade criadora o Ministério das Finanças criasse um novo tipo de receitas, daí surgiram estes novos impostos. (Mário Soares- 1ª Página, 6 de Dezembro de 1983)
Nota: Trata-se de informação que não verifiquei, mas que reputo como absolutamente fidedigna.

Sem comentários: