Número total de visualizações de página

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015

Se fosse vivo...

... este homem seria um herói nestes tempos em que tanto se glorifica a delação.


5 comentários:

Fernando Vouga disse...

Caro Zé Mário

"O tempora, o mores"...

Um abraço

JM Ferreira de Almeida disse...

Pois é, Fernando, pois é...
Forte abraço.

Bartolomeu disse...

Já não ha herois e ainda menos generais sem medo...

JM Ferreira de Almeida disse...

Não creio. Sobre generais, nada digo. O único sem medo e com um elevado sentido de patriotismo continua vivo, felizmente, e a dar lições pelo exemplo. Quanto a heróis, não é nada difícil sê-lo. Basta dar largas à alma de bufo,e terá toda a comunicação e os bem pensantes a glorificá-lo.

Bartolomeu disse...

Tem razão, caro Dr. José Mário, mas esse General, apesar de todos os predicados que fácilmente se lhe reconhecem ( e eu tenho o privilégio, a honra e o orgulho de o conhecer pessoalmente) já está descontextualizado de um país onde pátria e patriotismo são palavras que já não se encontram no dicionário. E num país onde certos valores já não se cultivam, torna-se impossível a mobilização das nobres vontades, aquelas que são capazes de fazer mudar o rumo da História e levar a cabo reconstruções.