Número total de visualizações de página

terça-feira, 15 de maio de 2012

Vira o disco e...toca o mesmo?

O Sr. Hollande toma posse e de imediato ruma ao encontro com a Sra Angela Dorothea Merkel.
Não deixa de espantar esta atitude perante as promessas, proclamações e sobretudo expetativas geradas  em periodo eleitoral pelo novo presidente da república francesa. Esperava-se que a profissão de fé na União Europeia o levasse a reunir com os restante lideres europeus para informar e esclarecer sobre as intenções francesas, designadamente sobre o tratado orçamental. Mas preferiu fazer como Sarkozy. Primeiro o diálogo entre as potências do eixo. A Europa? Logo se vê. Adaptando à circunstância uma das canções que Carla Bruni interpreta, Those Dancing Days Are NOT Gone...

15 comentários:

Caboclo disse...

Deve ter ido olhar as contas para pagar ..a Angela deve estar enlouquecida ..e não está a fim de as pagar sózinha ..já levou uma paulada domingo ..agora vai revidar no primeiro que apanhar ..e olha só o Hollande ..que carinha boa ..para apanhar ..só de olhar para ele ..parece que já está a chorar..

Ele deve estar a pensar ..porque é que a batata quente veio parar nas minhas mãos ...buáááááááááá...estava tudo tão bem planejado ..era para ser o dsk...buááááááááááááá

Carlos Sério disse...

Tem toda a razão nas criticas que faz. Foi um mau começo de Hollande.

Zuricher disse...

Ruma ao encontro com a Snra. Merkel, mas com precalços.

http://www.abc.es/20120515/internacional/abci-hollande-avion-rayo-alcanzado-201205151810.html

Será uma premonição? Fartei-me de rir quando li esta notícia.

JM Ferreira de Almeida disse...

Uma praga de Sarkozy pela certa. O que prova que ainda tem audição junto de temíveis poderes ;)

Pinho Cardão disse...

Palavras, palavras, palavras...tem sido a essência (e existência) de Hollande. Conseguiu a proeza de nunca ter sido convidado para qualquer governo, apesar dos cargos partidários que exerceu. Quanto às relações com a Alemanha, pois, já foi comer à mão de Merkel. O que é uma atitude realista. Quanto a mim, tenho a certeza: quanto mais à esquerda falar, mais à direita fará política concreta. Que, aliás, nas actuais circunstâncias, é a única viável e a única que pode favorecer os trabalhadores, as classes mais desfavorecidas, o crescimento e o emprego.

Carlos Sério disse...

"Que, aliás, nas actuais circunstâncias, é a única viável e a única que pode favorecer os trabalhadores, as classes mais desfavorecidas, o crescimento e o emprego."
Ó Pinho Cardão, humor negro numa hora destas. Valha-nos Deus.

Caboclo disse...

Fala sério ..
as politicas de esquerda realmente trouxeram nas ultimas 4 décadas ..grandes riquezas...
para amorim belmiro e socrates..

no mais ..

As politicas de esquerda trouxeram grandes shoppings ..os maiores da Europa ...onde tudo à venda é importado..

As politicas de esquerda tb criaram nas ultimas 4 décadas muitos empregos e muitas industrias ..

As politicas de esquerda tb trouxeram grandes quantidades de dividas nas ultimas 4 décadas..

As politicas de esquerda tb trouxeram grandes quantidades de caviar para atenuar a sofreguidão da intelectualidade de seus mentores..

E diz Sério apressado ..sim ..não..quer dizer talvez ..o problema diz sério com cara de pum..

É preciso mais tempo ..para consolidar as politicas de esquerda..

Para consolidar as politicas de esquerda ..é preciso mais tempo ..mais divida ..mais amorins e belmiros e socrates e caviar claro ..já agora umas garrafitas da Viuva Cliquot..eheh falou sério ...
.
.
.
.
Obviamente as politicas da esquerda estão para lá de esgotadas .

Por outro lado as politicas da direita não provaram no passado ser efetivas ..embora o contexto fosse outro.


Não posso deixar de registar um detalhe do fala Sério.
É estranho para um tipo de esquerda escrever Deus com maiúscula...muito estranho mesmo.
Vc quer contar pra gente pq escreveu Deus com maiúscula ? Afinal vc é ou não de esquerda ..é que se saiba ..existe incompatibilidade...cadê a tua coerência ? fala sério...

jotaC disse...

Caro Drº Ferreira de Almeida,

Entendo que não seria de esperar do presidente francês outra coisa, senão agendar com a Sra. Merkel novas ideias para o UE.
Procurar consenso com a "europa da periferia", seria pura ingenuidade política, como é óbvio...

Manuel Rocha disse...

Caro Jota C,
Concordo plenamente consigo. O Sr. Hollande tem que "atacar" numa 1ª fase, o Toiro enraivecido e não as ovelhinhas perdidas no seio da U.E, como Portugal, Grécia, Espanha e Irlanda, etc.

JM Ferreira de Almeida disse...

Meu caro jotaC,
Não tenho dúvidas sobre a necessidade de um entendimento entre as potências do eixo. O que não deixa de ser estranho é que alguém que se afirmou politicamente pela contestação aberta a um acordo orçamental aceite por muitos dos Estados, não procurasse recuperar a lógica da União Europeia explicando as razões da discordância e preferisse dar o sinal de que a Europa é o centro e o resto é paisagem.
É a minha impressão. Mas posso naturalmente estar enganado, sendo que nestes tempos o que por vezes é menos adequado é o que seria de esperar...

jotaC disse...

Caro Drº Ferreira de Almeida:
Não está nada enganado e tem razão. Mas sabe melhor do que eu, que os eleitores escolhem aqueles cujo discuso, de preferência empolgante, vá de encontro ás suas reais necessidades, é a velha história, "não se apanham moscas com vinagre".
No entanto, pondo de lado os excessos, acredito que a eleição desta personalidade vai com certeza fazer mudar alguma coisa, não podemos continuar a insistir em medidas que comprovadamente estão a destruir o pouco que resta.
Não quero sequer imaginar o número de portas que se fecharão após o periodo de férias...

jotaC disse...

Caro Drº Ferreira de Almeida:
Não está nada enganado e tem razão. Mas sabe melhor do que eu que os eleitores escolhem aqueles cujo discuso, de preferência empolgante, vá de encontro ás suas reais necessidades, é a velha história "não se apanham moscas com vinagre".
No entanto, pondo de lado os excessos, acredito que a eleição desta personalidade vai com certeza fazer mudar alguma coisa, não podemos continuar a insistir em medidas que comprovadamente estão a destruir o pouco que resta.
Não quero sequer imaginar o número de portas que se fecharão após o periodo de férias...

Pinho Cardão disse...

Caro jotaC:
Diz que a "eleição desta personalidade vai com certeza fazer mudar alguma coisa". Não creio. E, se mudar, por certo que não será para melhor.
No final de contas, o que tal personalidade preconiza é mais do veneno que nos trouxe até aqui.

jotaC disse...

Caro Drº Pinho Cardão:
Obviamente que gostaria de o contestar, de forma sustentável, mas é ainda cedo... Contudo é minha convicção que serão tomadas medidas no sentido de propiciar aos países em dificuldade os meios necessários para que, sem descurarem o objectivo de arrumarem a casa, possam por as respectivas economias a funcionar.

Suzana Toscano disse...

Os franceses disseram com clareza o que gostariam de ver acontecer. Vão agora ver o que tem que acontecer,a menos que haja um milagre.