Número total de visualizações de página

quarta-feira, 1 de agosto de 2012

O medalhão


São 8:30 da manhã, bela, fresca com o sol a despertar. Chego junto do portão, olho e vejo o medalhão colocado no memorial do cemitério a ser banhado pelos raios de luz. O Pp..aulo cumpriu.

8 comentários:

Bartolomeu disse...

Notou se en redor do padrão, os raios de solrefulgiam com maior intensidade, caro Professor?

Massano Cardoso disse...

É capaz. Tenho de publicar logo a fotografia.

ricardo Gonçalves disse...

Venho deste modo apresentar-lhe o meu novo projecto. Trata-se de um novo blog que pretende fazer uma análise clara e concisa sobre a actualidade nacional e internacional.
Este projecto surgiu no seguimento do término da minha licenciatura na Faculdade de Economia do Porto (FEP). Sempre me interessei bastante pelas questões macroeconómicas, mas entendi que só após a minha licenciatura estaria preparado para abordar estas questões com o rigor que se lhe exige. Gosto de fazer análises credíveis e baseadas sempre em estatísticas credíveis, como irá reparar ao visitar o blog.

PS: o link do blog é http://ecoseconomia.blogspot.pt/

Bartolomeu disse...

Caro Ricardo; visitei o blog que nos indica e... não consegui vislumbrar nele qualquer análise ou estatística acerca da actualidade nacional e internacional.
Convidou-nos então para entrar numa casa vazia.
Espero que vazia não esteja também a sua vontade de escrever acerca do assunto e de outros que com ele se relacionem. Apesar de o mercado se encontrar super-lotado de analistas e de fabricantes de opiniões, os que surgirem com novas ideias,claras, concisas, objectivas e imbuídas do espírito de ajudar o país e a sociedade a promoverem-se, garanto-lhe que lhes serão reconhecidas as qualidades e o aproveitamento.
Felicidades e... mãos à obra!
;)

Suzana Toscano disse...

Gosto de estórias com um fim feliz :)

Bartolomeu disse...

Se lá do assento etéreo onde sobiu
Bernanrdo Torres, desta vida tem visão
Por certo, estes gestos ele já viu
O do médico Salvador e do coveiro Paau...lão.

E de novo, colocado no lugar
De onde liberalmente vê a terra
Sonha o republicano, certamente
Que mais teria ao mundo, para dar
Se lhe fosse permitida nova guerra
Para a qual recrutaria a nobre gente.

Bartolomeu disse...

"sobiu" parece-me que se escreve subiu, mas como o meu saber ortográfico se sumiu, troco somiu por assobio, e assim fica o escrito por um fio...
;)))

Suzana Toscano disse...

caro Bartolomeu, inspiração não lhe falta!:)