Número total de visualizações de página

quarta-feira, 29 de maio de 2013

Distraídos...

... deixámos passar sem assinalar no momento próprio os
3.000.000 de visitas ao 4R.
Aqui fica.

8 comentários:

Rui Fonseca disse...

Parabéns!

Alma até 10 milhões! Para já.

Bartolomeu disse...

Um número bastante merecedor de destaque e de comemoração, Dr. Ferreira de Almeida.
Um número que revela também, a importância que os transeuntes da blogosfera lhe conferem.
Porque o Quarta é um blog muitíssimo bem escrito, e sem preconceitos de credos e de condições, que não discrimina e não cerceia a palavra a quem dela pretender fazer uso, mesmo que par manifestar desacordos.
Eu,sinto-me muito bem aqui, devo dize-lo, apesar do desconforto que me causa a falta de resposta aos comentários, não só aos que coloco, mas também.
De resto, faço votos de que o Quarta se mantenha ou até, que venha a melhorar, se possível;
3 000 000 de visitantes, merecem o esforço. Afinal, ~representam quase um terço da população portuguesa. É obra!
;)))

Suzana Toscano disse...

É que já nos habituámos aos milhões :) felizmente neste caso são positivos aqui não há défices e continuamos a "apostar" no crescimento! Obrigada a todos os que nos visitaram e muito especialmente aos que ficaram a habitar este espaço e que fazem hoje parte integrante da 4a!

Margarida Corrêa de Aguiar disse...

Por aqui não há défices, há um espaço em que milhões se cruzam, ora lendo, ora escrevendo, fazendo do 4R um espaço onde apetece estar. E já vamos a caminho dos 4.000.000! Obrigada a todos que tornaram possível esta nova marca.

Pinho Cardão disse...

Claro que houve défice, cara Suzana, défice de atenção ao exacto momento da chegada da visita 3.000.000!...
Porventura estaríamos à espera de comemorar esse feito já em plena vigência de uma real Quarta República. Mas o país não se acomoda à nossa narrativa, bem puxamos por ele, mas a coisa não anda, só desanda.
Quem não anda distraído com as contas é o Ferreira de Almeida. Um verdadeiro Gaspar das contas deste Blog. O que seríamos nós sem ele (sem o Ferreira de Almeida, claro está!...)

Caro Bartolomeu:
Obrigado, caro amigo.
Claro que é um prazer responder aos seua comentários (e a todos, como é justo), mas um sujeito não dá para tudo. Todavia, como nas famílias bem unidas, não é preciso falar para todos se entenderem. É o que se passa aqui, caro Bartolomeu.
Mas fica notado o aviso.

Bartolomeu disse...

O Senhor é um verdadeiro Gentleman, Dr. Pinho Cardão!

Pinho Cardão disse...

Incompleto, caro Bartolomeu. Falta-me ser inglês...
Mas muito obrigado!

Luis Moreira disse...

Temos que concordar. É do melhor que há