Número total de visualizações de página

sábado, 4 de maio de 2013

Motivo para suspense?

O que será que o Ministro de Estado Paulo Portas tem para comunicar ao país sobre as medidas anunciadas pelo Primeiro Ministro? É certo que o CDS/PP ontem não reagiu à intervenção do Primeiro Ministro, como aconteceu com os restantes partidos com assento na Assembleia da República. Li há pouco que Passos Coelho elogiou o empenho pessoal e o talento de Paulo Portas no pacote de cortes decidido pelo governo, mas que desconhece o conteúdo da comunicação que vai fazer. 

4 comentários:

Bartolomeu disse...

Provávelmente, a lenga, lenga do costume;Que os portugueses conhecem-no bem, que sabem que coloca acima dos interesses do partido e dos seus pessoais, os do país, que sente uma dor profunda, solidáriamente com aquela porque os portugueses estão a ser obrigados a passar, mas que neste momento decisivo para o país, é necessário manter as ideias arrumadas e salvar a todo o custo o essencial que é, a unidade política e a imágem de Portugal. Isto e mais uns quantos blá-blá-blás avulsos e de circunstância, sempre proferidos com uma voz pausada, uma expressão dura e um movimento enérgico e afirmativo das mão, tudo num tom de tenor.
Só espero que termine a comunicação em grande estilo, recriando Carlos Guilherme no tema "Quando o coração chora de amor".
http://www.youtube.com/watch?v=urWu-G-rd5s

Tavares Moreira disse...

Será que essa comunicação terá lugar no intervalo do desafio de futebol entre o Vitoria de Guimarães e o Gil Vicente, com o louvável objectivo de atrair maiores audiências?

Tonibler disse...

Sejamos compreensivos com ele. Afinal, os ministros do PP são os únicos representantes do antigo regime no governo. Vai ter que dizer alguma coisa, do estilo "companheiros espoliados pelo corte da despesa...". Uma espécie de ala moderada do PCUS por oposição ao Jirinovsky Ferreira Leite...

Luis Moreira disse...

E se nunca houve taxa nenhuma?http://bandalargablogue.blogs.sapo.pt/349716.html