Número total de visualizações de página

terça-feira, 24 de setembro de 2013

Nós não somos alemães!...

Estes alemães são mesmo uns "chatos" e não têm ponta de imaginação. 
Então não é que, na noite eleitoral, todos os líderes políticos, à excepção dos vencedores, declararam, sem hesitação, que perderam as eleições e não alcançaram os seus objectivos?
Viessem eles no domingo a Lisboa e logo aprenderiam como é que ninguém perde eleições em Portugal. E como logo todos conseguem falar como se as ganhassem!... 


2 comentários:

Bartolomeu disse...

É assim que se demonstra a dimensão da demagogia que envolve as campanhas, o acto e os resultados eleitorais no nosso país. Sabem todos; candidatos, mandatários, apoiantes e votantes que isto é tudo a reinar, um faz-de-conta sem paralelo, um "comem todos da mesma gamela" a que todos fazem "vista grossa" porque fingem acreditar, e chegam mesmo a defender que o acto eleitoral é sério e votar e eleger o candidato que melhor defenda os interesses do povo e da nação, é um dever de todo o cidadão. O problema é que; desde Abril de 1974, esse candidato nunca apareceu... ha quem espere por um D. Sebastião, que virá montando um cavalo branco numa certa manhã de nevoeiro. Cá para mim... mas isto que não passe daqui, para não me acusarem de conspirador... o D. Sebastião já cá esteve, mas quando viu esta rabaldaria deu esporas ao cavalinho e baldou-se, foi ser rei para outra freguesia. Diz quem o viu que ao voltar para de onde tinha vindo, ia dizendo entre-dentes: "Vale mais viver servindo que acabar reinando neste reino de loucos!".

Floribundus disse...

os alemães trabalham
os portugueses falam

chegiu mais uma leva
de falsos D. Sebastião

'siga o enterro!'