Número total de visualizações de página

quinta-feira, 18 de abril de 2013

O inefável critério jornalístico

Manhã do dia da demolição de uma das torres do Aleixo
Nas entrevistas feitas em directo, as pessoas concordavam com a demolição, porque sim, ou por uma outra qualquer razão: antro de droga, enxóvia, degradação, etc, etc.
Tarde e noite do dia da demolição 
Na reportagem, com entrevistas seleccionadas e especiosamente montadas, as pessoas discordavam e contestavam a demolição e a Câmara.  
Um exemplo do rigoroso critério jornalístico.   

2 comentários:

Bartolomeu disse...

So me custa a entender, porque tanta gente atribui tanta atenção a reportagens deste cariz. E, perde tempo a assistir às mesmas, quando já se sabe de ante-mão que o circo é montado com um logro, que nunca atinge o meio, quanto mais o fim.

Suzana Toscano disse...

Também vi e pensei exactamente o mesmo, à noite eram só lamentos e saudades daquele edifício e velhinhas muito pobres a irem para os "abrigos da Câmara", quantas reportagens terão feito antes sobre as condições de vida no prédio até à decisão da demolição?