Número total de visualizações de página

segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

Mais uma vez...um PS pouco esclarecido!...


O PS exige que Passos Coelho esclareça todas as ligações de Miguel Relvas à privatização da TAP.
Depois de Passos Coelho esclarecer, o PS diz que ficaram muitos pontos por esclarecer.
Como ficaram muitos pontos por esclarecer, o PS exige que Miguel Relvas se desloque ao Parlamento para esclarecer.
Depois de Miguel Relvas se ter deslocado ao Parlamento para esclarecer, o PS ainda ficou longe de estar esclarecido.
O que não importa; nessa altura já se inventou novo assunto para esclarecer. E vira o disco e toca o mesmo. Os Ministros gastam solas e tempo no Parlamento e os deputados aparecem na televisão.
Ah! Miguel Relvas recebeu no verão passado Efromovitch, o único a apresentar proposta para compra da TAP. Veja-se, um bem tão valioso e com um único interessado! Miguel Relvas tem que esclarecer por que razão a British, a Katar, a Lufthansa, a Continental, etc, etc, não apresentaram propostas. Tem que esclarecer. Não só esclarecer, mas obrigá-los a apresentar. À força, se for possível!...E esclarecer o PS dessa posição musculada. Que, de imediato, exigirá novos esclarecimentos.

7 comentários:

Frederico Gastão disse...

E andou o Relvas a estudar tanto para isto...

Carlos Sério disse...

Não há nada para esclarecer. As reuniões de Miguel Relavas com o putativo candidato à compra da TAP, não foram sequer reuniões. Encontraram-se por acaso no mesmo restaurante e almoçaram na mesma mesa a pedido do dono do restaurante. E a conversa foi tão agradável que decidiram repetir o almoço numa outra ocasião.

Só espíritos como os da Helena Roseta, quando recordou ao Expresso o episódio que se passou com o agora ministro: "O senhor secretário de Estado chamou-me porque havia a possibilidade de Portugal se candidatar a um programa comunitário de formação para arquitectos municipais, mas a única condição era que fosse a empresa do dr. Passos Coelho a dar a essa mesma formação" e do PS, é que podem levantar tais suspeitas infundadas.

Anonymus disse...

O senhor Efromovitch, há uns meses, numa viagem na TAP, ao ser servida a refeição pelos assistentes de bordo, disse-lhes: «Sirvam primeiro os passageiros, eu fico para o fim.»
Dito ontem em público, no programa Prós e Contras, por trabalhadores da TAP.
Elucidativo.



Zuricher disse...

E o mais giro disto tudo é que esta conversa toda é sobre a TAP, empresa que o Estado deverá ficar feliz de alienar (leia-se ver-se livre dela) nem que seja por 1€. Por um lado pela própria situação da empresa com o seu passivo , por outro pela incerteza do mercado aéreo e por fim por causa dos sindicatos enquistados na casa.

O PS deveria estar contente por o Estado ainda conseguir angariar alguma coisa com o negócio, por pouco que seja.

Anonymus disse...

Sr. Zuricher:
Envie já o seu CV para o Sr. Efromovitch candidatando-se a um lugar de conselheiro económico-financeiro.
O homem anda muito necessitado, pois, e apesar de todo este conluio muito esquisito com o Dr. Instantâneo Relvas, ainda se dispõe a pagar 20 milhões de euros por aquela «trampa» que desde há alguns anos tem dado bons lucros operacionais.
O problema foi as asneiras e a incompetência de muitas administrações anteriores (dos governos nacionais e da UE) que elevaram os passivos a 1500 milhões.
Mas o Efromovitch ficar-lhe-á muito grato por essa avaliação de 1€.
E vai ver ainda o gratifica muito bem, pois esse seu «douto» conselho fá-lo-á poupar 19.999.999€.
Mas sabe que havia soluções técnicas muito mais vantajosas para o Estado português para resolver o problema do passivo e ficar com um activo muito lucrativo.
Não há é vontade nem competência para tal.

Zuricher disse...

Cá estamos à espera de ouvir as soluções para resolver o passivo histórico da TAP. Já agora, se a mesma solução for aplicavel às demais empresas de transportes, podem vir as soluções já com as adaptações caso a caso.

murphy V. disse...

A comunicação social ocupa o espaço que deveria ser do PS, os media constituem a verdadeira oposição! E depois o pêéssssseeee fica um pouco perdido...
http://jornalismoassim.blogspot.pt/2012/12/jornalismo-de-intriga_18.html