Número total de visualizações de página

quinta-feira, 20 de outubro de 2005

A candidatura

Imperativo de consciência
Confiança, credibilidade, estabilidade, esperança
Respeito
Um homem livre
Um homem de palavra
Orgulho de ser português
Contra o desânimo e o pessimismo
Contribuir para o progresso e a justiça social
Compromisso com portugal e os portugueses
PORTUGAL PODE VENCER

6 comentários:

Pinho Cardão disse...

E vencerá!...

cmonteiro disse...

Quem? O Garcia Pereira? Sim. Concordo.

Manta de Retalhos disse...

Suzana

Com tantos predicados estamos a falar de quem?

De alguém que não teve responsabilidades no estado a que este país chegou?

De alguém que "nunca cometeu erros" e "raramente se enganou"? Ou o contrário, para o efeito tanto faz.

Não, estamos a falar de alguém que contribuiu, como os demais candidatos, para o estado a que a nação chegou, todos temos orgulho de ser portugueses, somos livres, lutamos diariamente contra o desanimo, se assim não fosse com a situação grave a que isto chegou, existiriam suicídios colectivos todos os dias, ao ir trabalhar estamos a contribuir para o progresso do nosso pais, e para finalizar todos queremos que Portugal vença, vença a inépcia em que caiu, e que ele também tem uma quota parte de responsabilidade.

Marga disse...

Qual é o politico que não não têm responsabilidades no estados das coisas? Todos nós temos responsabilidades, pelo que não fizemos, pelas omissões, pelo que cara "manta de retalhos", não fez e devia ter feito.
Atirar pedras é facil só que não podemos pensar que só os nossos apoinates são imaculados. A menos que se esteja a referir ao Dr. Louça e Gerónimo Martins, esses porque nunca foram governo, podem dizer as maiores barbaridades porque sabem que nunca lá chegarão.
Não há pessoas isentas.
E por muito que lhe custe o Dr. Cavaco Silva vai derrotar Mário Soares que já teve o seu tempo.

Suzana Toscano disse...

Caro Manta de Retalhos, limitei-me a retirar as palavras que considerei mais importantes do discurso de candidatura e assim fazer um pequeno resumo. Ainda bem que concorda com o orgulho de ser portugês, com a falta de resignação pelo estado a que isto chegou e com a certeza de que temos a esperança de que o País possa vencer. Foi essa a mensagem...

Anthrax disse...

Cara manta de retalhos,

Se é para arranjar responsáveis pelo estado do Estado, para além de termos de começar a andar muito para trás na história de Portugal, temos de responsabilizar todos os cidadãos portugueses que votaram/votam e votarão, pela falta de inteligência que normalmente demonstram. Mas isso era a mesma coisa que lhes chamar estúpidos e convenhamos que era um pouco desagradável.

Sabe qual é o problema desse tipo de comentários? É que o ir arranjar responsáveis ao passado, só serve para ocupar espaço, tempo antena e não resolve rigorosamente nada. É o problema generalizado dos portugueses, a única coisa que sabem fazer é levantar problemas, que são óbvios e já toda a gente sabe que existem, mas são incapazes de arranjar soluções para resolver esses problemas.

Esse tipo de atitudes é perigoso porque pode degenerar em patologias, deve ter-se cuidado.