Número total de visualizações de página

domingo, 30 de outubro de 2005

Desespero no bico dos pés

Há que reconhecer: as coisas não têm corrido bem a Mário Soares.

Nota-se muita desorientação perante a ameaça de Alegre, a agenda de Cavaco, a colagem indesejada ao Governo e ao PS, os resultados pouco animadores das sucessivas sondagens.

Os apoiantes desdobram-se em ataques directos a Cavaco Silva e indirectos a Manuel Alegre. Cada um pretende fazer vingar a sua tese e apontar o caminho: Mário Mesquita, Medeiros Ferreira, Vital Moreira, Jorge Coelho. Pelo meio há ainda a função de sapador da blogoesfera de SuperMário. A sua função é vasculhar o passado, desenterrar o tabu, martelar na tentação presidencialista, dar conteúdo ao “messianismo revanchista”.

Revelam-se maus “caçadores”: atiram sobre tudo o que me mexe e descarregam os cartuchos sobre os fantasmas criados pela sua imaginação.

O que é mais interessante é verificar a contradição no tom de Nuno Severiano Teixeira, o mandatário, e do próprio Mário Soares, o candidato. Claramente, “não diz a bota com a perdigota”.

MS no discurso de ontem, na Alfandega do Porto, parece abandonar a alternativa de uma campanha civilizada, orientada para a discussão dos problemas da sociedade portuguesa e que não seja contra ninguém. MS começou a atacar na esperança de os jornalistas bombardearem Cavaco Silva com as suas farpas e, assim, bipolarizar o debate.

Chama-se a isto “pôr-se em bicos de pés” não só para ser visto, mas também para ensombrar os seus concorrentes da esquerda. Trata-se de uma táctica arriscada cujo insucesso está nas mãos de Cavaco Silva: basta ignorar os ataques e o aparente desespero, repetindo à exaustão que o seu combate é outro – Portugal!

5 comentários:

Tonibler disse...

Concordo, Cavaco arrisca-se a não fazer campanha sequer.

Pinho Cardão disse...

Caro David Justino:
Concordo com tudo, excepto com o facto de dizer que Soares se põe em bicos de pés.
Não é verdade!...
A argumentação baixa que lança é, sim, a de um homem de cócoras!...
Acreditem que digo isto sem qualquer prazer!...

Virus disse...

Como diz uma empregada minha, que até é de esquerda... "o Cavaco está muito à frente!" e ela não se está a referir ás sondagens nem se está a preparar para nenhum aumento... é meramente a sua opinião... espantosa é a sua facilidade em dizê-lo e em dizer que votou PS-Socrates nas Legislativas.

Meus senhores, creio que (quer gostemos do homem, ou não) estamos todos de acordo quando afirmo que o Cavaco está a jogar numa divisão completamente diferente do MS. Alegre já se apercebeu disso, o PS e MS não perceberam, nem vão perceber... porque ainda não notaram que o céu já lhes caiu em cima da cabeça.

crack disse...

Discordo, completamente, do tom assumido por MS. Lamento-o, também. Mas pergunto: não é isto que o povo quer? Não nos podemos esquecer que MS está a falar para os mesmos que deliram com qualquer big brother, com quintas e quartéis de pacotilha, para os consumidores de produtos televisivos acéfalos e degradantes. Por muito que nos custe, MS está a falar para o homem da rua, com o bate boca que ele entende e aprecia, e que não distingue daquilo a que, diariamente, assiste na televisão e que é "marca" de sucesso garantido. O mesmo que não percebe Cavaco, nem quer fazer o esforço de tentar perceber o que ele diz.
Como já outros o disseram, esta campanha vai ser suja, muito suja. Lamento-o por Cavaco e por Soares, mas, principalmente, por todos nós. É mais um degrau que descemos.

Anthrax disse...

Pois é... tinha de aqui lançar uma farpazitas.

Eu também vi este discurso na alfandega do Porto e gostei, particularmente, da parte em que um dos seus mandatários que discursava e tanto o MS como a sua mulher, MB, pareciam querer dormitar um pouco. o Dr. MS até esfregou os olhinhos!

Se me perguntarem, acho que isto foi safadeza do operador de câmara que, por certo, deve apoiar outro candidato qualquer.