Número total de visualizações de página

quinta-feira, 19 de julho de 2012

A senhora Reitora!

A Jurista e Professora Catedrática de Direito, Maria da Glória Garcia, foi indicada como reitora da Universidade Católica.
Foi noticiado que seria a primeira mulher a ocupar tal cargo numa Universidade portuguesa.
Parabéns à nomeada. Facto tanto mais de enaltecer quanto não precisou de quotas para o efeito. E parabéns também à Universidade Católica pelo pioneirismo da escolha. 
PS: Referi que foi noticiado que seria a primeira Reitora de uma Universidade. Não é assim. Um leitor informou-me que uma senhora, a Prof. Doutora Maria Helena Vaz de Carvalho Nazaré, foi Reitora da Universidade de Aveiro.

6 comentários:

Tonibler disse...

Caro Pinho Cardão,

Mas ainda há disso? Nomear-se uma mulher ainda é pioneirismo?

Acho que já lá vai o tempo em que se chamava pioneirismo à nomeação de uma mulher. Lá porque a dona da universidade se comporta de forma ilegal e deplorável nesse aspecto, não quer dizer que os nossos critérios tenham que descer ao nível do deles. Parabéns à Sra. Profa. Dra. pela nomeação. Certamente, o género não contribuiu em nada para isso.

jotaC disse...

E assim se constrói a verdadeira igualdade: sem projetos, sem burocracias, sem quotas, sem "chanel"... Parabéns à nomeada, e já agora, ao Drº Pinho Cardão, por partilhar a notícia.

Bartolomeu disse...

Ora bolas...
Logo agora, que tinha acabado de tecer um fino texto par com ele brindar, o nobre cavaleiro apocalíptico, Wegie «O Sabe-Tudo», apaga-se a aurea luminosa que lhe ornava o crâneo...

Pinho Cardão disse...

Caro Tonibler:
Bem, admito que "pioneirismo" está a mais, se falarmos em termos absolutos, claro está.
Mas, na minha mente, estava a comparação com as restantes Universidades, públicas e privadas. E aqui a Católica foi, indiscutivelmente, pioneira.

Caro jotaC:

Completamente de acordo quanto à construção da igualdade e ao modo de a atingir!...

Pinho Cardão disse...

Caro Bartolomeu:

Agora é que o meu amigo atingiu profundidades para mim inacessíveis!...

Bartolomeu disse...

Pois foi, caro Dr. Pinho Cardão...
Não sei se por efeitos do calor, ou quê, dão-se-me estes acessos ao isotérico (do grego; isos, igual e theros, Verão) epumbas, quando dou por mim, já viajo no exotérico ( do grego; exoterikos).
Mas isto atenua-se com duas ou três imperialuchas fresquinhas e umas "boquinhas", lá numa certa taberna da Arruda que eu conheço.
Óh larecas!
;)))