Número total de visualizações de página

quinta-feira, 26 de julho de 2012

Que se lixe quem faz de conta!

Se algum dia tiver de perder umas eleições para salvar o País, que se lixem as eleições. O que interessa é Portugal", disse Passos Coelho.
Que aconteceu? Um glosar rasteiro do tema e uma barragem de críticas, da Intersindical ao PS, passando por comentadores, bloguistas, intelectuais piadéticos.
Grotescas as interpretações: mandatário de massa falida, diz Jerónimo; desprezo pelos eleitores, diz o Bloco; não quer eleições, dizem outros; quem se está a lixar para as eleições está-se a lixar para os eleitores, diz o PS.
A interpretação mais benigna é que essa gente não sabe ler, e a capacidade de interpretar anda pelo nível anterior à pré-primária.
Mas, sendo justos, o PS é, por uma vez, coerente consigo próprio. Pois quem não se esteve a lixar para as eleições foi de facto o Partido Socialista. E deu no que deu. E que estamos a pagar. Melhor, a dever. Mas querem fazer de conta que não, teimando em persistir no erro. Que se lixem, apetece dizer! 

2 comentários:

(c) P.A.S. Pedro Almeida Sande disse...

Caro Pinho Cardão

Para si só há partidos, não há pessoas?

José Gonçalves Cravinho disse...

Eu,um simples operário emigrante na Holanda desde 1964 e já velhote (88anos),digo que o senhor Cardão, sabe melhor do que eu,que o PS não ´
e Socialista.Êle usa o rótulo de socialista para enganaro.O Partido PS e o PSD são como dois irmãos gémeos que se guerreiam na disputa da herança da Quinta-Portugal,pois ambos quando alternadamente estão no Governo,praticam a Política Liberal DITADA de Bruxelas e ambos são apoiantes da Horda mercenária da NATO e de suas guerras de rapina e destruição.Mas como se verifica,o PSD leva vantagem sôbre o PS pois tem a acolitá-lo o CDS/PP Partido da «democracia» cristã em que há muita g ente saudosa da Ditadura clerical-fascista do Estado Novo.
Mas,porém,todavia,contudo.....

Com populismo e demagogia,
muita mentira,verdade parece,
mas em liberdade e democracia,
o Povo tem o Governo que merece.