Número total de visualizações de páginas

sábado, 15 de julho de 2006

Aprender

Segundo as suas próprias palavras o Primeiro-Ministro aprende com o Presidente da República. O Presidente da República é o mesmo homem de quem um dos ministros da confiança do Primeiro-Ministro dizia há seis meses que uma vez eleito se dedicaria a preparar um golpe de estado constitucional.

Grandes lições tem dado Cavaco, pelos vistos!

6 comentários:

JardimdasMargaridas disse...

Pois é!
Ironia do destino!
E que grande lição deu o Primeiro Ministro ao seu ministro da confiança, que deveria ter mais cuidado e não fazer insinuações politicamente ridículas...
O oportunismo político também tem destas coisas.

Tonibler disse...

Sim, parecem-me os dois em perfeita sintonia. No dia em que vem a lume que, pelo 150º ano consecutivo, o ministério da educação é incapaz de produzir exames sem erros grosseiros, um vai brincar aos comboios e outro vai inaugurar mais 10 metros de autoestrada. Acho que aprendem muito um com o outro....

Pinho Cardão disse...

Caro Tonibler:
Não podemos baralhar as coisas.
Não é a Ministra que faz os exames. Mas a Ministra tem a obrigação de dar uma varredela implacável a quem propicia tal estado de coisas como as que se passaram com o exame de Física.
Sem isso, não há Ministro que resista à burocracia instalada e que parece agir com a finalidade de causar dificuldades a quem quer que seja o Ministro...
E se o Presidente e o 1º Ministro apoiarem, já estão a fazer uma meritória acção.

Tonibler disse...

Responda-me, caro Pinho Cardão, se há erros deste no enunciado que toda a gente vê, quantos há nas correcções? Se os professores que fazem os exames são assim, como serão aqueles que põem à frente dos meus filhos? Este foi descoberto porque era nacional, e os milhares de testes que são feitos nas escolas? Afinal, porque pago eu impostos?

Claro que não quero que me responda, mas um PR e um PM servem para isto, para acalmar as pessoas e colocar o problema na sua dimensão correcta, nem maior, nem menor. Mas como cada um acha mais importante as suas patetices de transportes, onde andam as minhas respostas?

PS: O número de alunos fora do sistema português cresce todos os anos. Os meus filhos vão contribuir, possa eu. E com esta atitude do estado português perante o problema, aconselho toda a gente a fazer o mesmo.

JardimdasMargaridas disse...

O Ministério da Educação é um verdadeiro cancro.
Nenhum ministro pode dormir sossegado e Pais e alunos não podem, por uma vez que fosse, confiar no trabalho do Ministério.
Não é apenas um problema de máquina pesada e burocracia, mais grave ainda é a incompetência e a "sabotagem", assim parece, de uma dimensão assustadora!
É inadmissível o que se passou com o exame de Física. Será que mais uma vez a culpa vai morrer solteia?
Senhora Ministra apure responsabilidades e dê uma explicação ao País.

JardimdasMargaridas disse...

A Ministra da Educação vai à Assembleia da República prestar esclarecimentos.
Esperemos que dê todas as explicações: o que é que se passou, o que é que falhou, porquê, quem é responsável, como reparar a situação e as injustiças geradas, que medidas adoptar para corrigir o que esteve na origem do problema, etc.
É um assunto muito sério, é realmente necessário sossegar as famílias e os alunos e, sobretudo, impedir que estas coisas continuem a acontecer.
Algo vai mal, muito mal na nossa educação...
Não há Ministro da Educação que escape a estes "imbróglios"!