Número total de visualizações de páginas

quarta-feira, 5 de julho de 2006

Nem mágico...nem magia!...



Não ganhámos à França...

Afinal o mágico não apareceu e não houve a magia de que se precisava!...

Mas houve esforço, luta e vontade de vencer!

Não bastou, mas temos que estar satisfeitos!...

Parabéns a todos os jogadores e à Equipa Técnica, a começar por Scolari!

E vamos lá chegar... ao 3º lugar!...

9 comentários:

Anónimo disse...

Associo-me, com alguma nostalgia mas sem reservas, a esta congratulação.
Os nossos jogadores lutaram estoicamente pela vitória.
Desta vez a sorte não quis nada connosco.
Todos pudemos sentir, no entanto, que não foi apenas o acaso que nos fez chegar à semifinal.
Houve planeamento, organização, treino intensivo, determinação, força anímica, talento, jogo de equipa,... Enfim, tivemos vontade de vencer. Falta mais uma etapa. Um pouco penosa, é certo. Apesar de tudo, vale a pena um derradeiro esforço. Ficar em 3.º sempre é melhor do que ficar em 4.º!
Assim Portugal se conseguisse sublimar noutros planos da vida política, socioeconómica e cultural.
Brindo à alegria de viver!

João Melo disse...

um elogio a scolari do DR PC????
como disse guterres em 91..:"tou chocado!"

Marga disse...

Gostei do jogo.
Fomos mal batidos e soube a pouco.
Viva a selecção e Allez Portugal.

O importante foram as emoções que vivemos durante um mês.

Valeu a pena, obrigada Filipão, equipa técnica e jogadores.

Virus disse...

Vejamos as coisas pelo lado positivo... A "free-ride" do Governo à conta da selecção acabou... a ver vamos se o povo tem tempo de acordar, antes das férias, deste torpor que nos anestesia e começa a ver o que de facto se passa neste país, que ninguém liga vai para mais de 6 semanas!

Clara Carneiro disse...

Sei k houve quem ficasse a "embirrar" comigo quando, há umas semanas, fiz um despretenciosissimo post onde falava do hotel inglês para albergar quem não "aderia" aos jogos e elogiei a ideia dizendo k quem não gosta de "bola" tb. tem direito à vida!
Acontece k este Mundial tirou-me do sério, dei comigo ontem, pela primeira vez, a ver o jogo todo SEM PESTANEJAR!!!
Cada um (da marabunta desta casa)piquenicou o k havia, falavam comigo e eu nem respondia, diziam-- só para me provocarem--"enormidades" às quais já sabem k eu reajo quase k que por reflexo...e eu, nada, vidrada no jogo.
Senti orgulho nos nossos jogadores.
Aquela coisa k se sente QUANDO É PORTUGAL NO MUNDO toca fundo, é espontânea e bonita .
"Aquilo" acabou e eu, mais uma vez, percebi a razão pela qual não aprecio jogos (a este nível de competição) é k, para mim, a SORTE é um condimento humano que se afina, aperfeiçoa, apura,... o k quiserem; mas a SORTE (assim em bruto) não pode ser o supremo decisor dum esforço daquele alcançe!!!
De facto só os ignorantes são atrevidos, é o meu caso neste comentário...mas este comentário não é apreciativo do(s) jogo(s), é só depreciativo de mim própria....

Anthrax disse...

Também estou de acordo. Toda a equipa está de parabéns, a começar pelo Scolari.

Tavares Moreira disse...

Caro Pinho Cardão,
Ok, foram heróis, excederam, muito, as nossas melhores expectativas.
Mas há um pormenor que me intriga...
Como explicar o silêncio de J.N.P.Costa, sempre tão pronto para comentários por vezes tão mordazes sobre a selecção nacional?
Estará a preparar-se para alguma bombástica no próximo sábado, depois do Alemanha-Portugal?

RuiVasco disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
RuiVasco disse...

Push-Button Publishing

Caros amigos:
A sorte persegue os audazes! Ontem simplesmente tivemos azar. Não tivemos pernas. O arbitro não gostava de nós. Scolari estava desatento e faltou-lhe ousadia, audácia, coragem. Só deu conta que jogávamos com dez, ou 9, discutia-se há bom tempo a 2ªparte. Figo estava claramente em baixo. Deco foi "secado" e não se inventou antídoto. Pauleta não existia! Meira foi o Meira de sempre - nem sim nem não! Não se experimentou alternativa. Realço o esforço de todos!
Já aqui disse o que penso e não repito o que acho de Scolari. É casmurro, e os casmurros acabam sempre por perder a razão e enfiar as ferraduras na lama! Criou espírito de equipa, motivou, criou nos jogadores o sentido guerreiro - "o adversário é um inimigo "! Não gosto do estilo! Já o disse e mantenho.
Para mim o importante foi a selecção, como sempre é, seja com quem fôr. Não prescindo porém, jamais do meu direito de opinião! Como Scolari chegou a querer impôr a nós portugueses, e aos OCS essa proibição, antes do Mundial. Bolas. Isto não é a ditadura durante a qual ele cresceu e conheceu! Só não sei se aprendeu! Mas nunca neguei apoio. Ontem foram 24 horas sem dormir, sem descanso! Saídos de Lisboa pela madrugada a caminho de Munique. Com mais sofrer fisico, porque mais longos o tempo de viagem e estadia e o sofrer, do que na ida a Gelsenkirchen. Daí regressamos mais cedo a Lisboa carregados com a alegria da vitória!! De Munique voltamos 24 h horas depois, começava a raiar o sol em Lisboa! Calor, Kms, horas de voo,esperas de aeroporto, trânsito, gritos de apoio a Portugal, o CANTAR DO HINO ATÉ FICAR ROUCO! Sofrimento e o desânimo final. Sem fazer turismo, pela Selecção. Não falo de sofá! Por isso autorizo-me a falar! E, porque digo hoje o mesmo que pensava E ESCREVIA há um mês ou há duas semanas, antes das vitórias ou das derrotas. Não vou com os ventos!Scolari parece-me por vezes o Prof. André Karamandu ( ou nome parecido), vidente, astrólogo, parapsicólogo. Sra de Carvaggio e por respeito às outras Senhoras, fico por aqui. Não chega. Era preciso mais que isso.
E estimadíssimo Dr Tavares Moreira: deixe o J.N.Pinto da Costa de fora. Isso sim, é facciosismo, divisionismo! Pelos vistos, vindo agora do Sul, suponho, e desmentindo que tal costuma nascer sempre a Norte! Pinto da Costa não é seleccionador, mas é presidente de um clube. Pode e deve falar como tal, pois são os clubes que fazem as selecções. E como cidadão. Tem direito a gostar e não gostar. E tem a liberdade de opinião que você tb tem. E que, acho, todos temos! Discorde! Mas não seja mordaz, ironizando! Eu e você somos meros espectadores da bola e treinadores de bancada. Para exigirmos tb temos de dar exemplo, quando tomamos poisção como aqui. Ele é um protagonista, interveniente, não no jogo, mas na gestão dos que o fazem. Tem inclusivé de ouvir sofrer e responder pelo que faz. Talvez tenha mais razões e direito de falar que nós. E o respeito é lindo! Perdoe-me o comentário, porque o admiro, a si! Mas tive necessidade de o fazer!
Ainda não decidi se vou ou não ver essa disputa pelo 3º lugar a Estugarda! Em Berlim se lá fossemos, iria. Gritando, com ou sem Scolari, e sem qualquer reserva mental sobre algo! Separo as águas! Os jogadores escolhidos merecem-no. Mas o desânimo e o desgaste é grande. Se puder vou. Com esforço. E depois terei ainda mais força para falar. E para felicitar e gritar por Portugal!
Só mais isto: e O FUTEBOL NÃO É TUDO, OU É MEMSO MUITO POUCO! Antes fosse, ou pelo menos que no resto fossemos iguais! Eramos os quartos melhores do Mundo, no mínimo!