Número total de visualizações de páginas

sábado, 22 de julho de 2006

Histórias de Verão-II As inefáveis propostas do Bloco!...

De acordo com o Público, citando Louçã, o Bloco vai ”apresentar um programa com soluções para a criação de emprego, para mostrar como se responde a um problema social, de forma concreta e sem populismos”. Estas medidas serão defendidas na Marcha Pelo Emprego, que arranca a 1 de Setembro.
Eis as primeiras seis:
-Reduzir o horário de trabalho para 36 horas semanais, sem redução de salário, com a opção de o trabalhador poder fazer quatro dias com nove horas de trabalho, tendo um terceiro dia de descanso.
-Proibir os despedimentos em empresas com resultados líquidos positivos
-Aumentar a taxa social única em dois por cento para as empresas que abusam das horas extraordinárias
-Limitar o trabalho a prazo, a termo incerto ou a recibo à duração máxima de um ano
-Aumentar a escolaridade obrigatória para os 12 anos
-Criar um contrato formação-emprego, que dá a todos os participantes em programas de reconversão ou qualificação profissional um contrato de emprego por pelo menos três anos.
Notabilíssima qualquer delas!....
JCD, com grande pertinência, no Blasfémias, chama-lhe meia dúzia de medidas para combater o emprego.
E no mesmo blog João Miranda acha-se vítima de plágio.
No meio desta crise, ainda bem que há Bloco, para nos fazer rir!...

7 comentários:

Tonibler disse...

É natural que o Francisco Louçã queira que todos os portugueses trabalhem tanto como ele. E para isso vamos começar pelos 3 dias de descanço e, com o tempo, lá chegaremos...

JardimdasMargaridas disse...

Bem, ainda há quem continue a “não perceber” que sem investimento não há emprego!!!
Afirma o BE que "é possível falar de emprego com imaginação". Pois é, falar não custa, marchar também não, animação não vai faltar e muitas outras atracções...
Parece que o custa a perceber é que com tanta rigidez, em vez de facilitarmos as coisas ainda cavamos mais fundo o buraco do "desemprego".
E depois esta demagogia de querer confundir flexibilidade laboral com abuso de direitos dos trabalhadores, é uma coisa que só por ignorância ou desespero é que, nos tempos que correm, ainda vai tendo saída…

Anónimo disse...

[mini-spam]

Contra o Fundamentalismo RACISTA
Contra o Fundamentalismo ANTI- RACISTA

Reivindica o LEGÍTIMO Direito à Diversidade Étnica(Racial)


--- O Multi-Culturalismo Local ( ao nível de cada cidade )... produz... um Mono-Culturalismo Global: TODAS as cidades irão ser dominadas demograficamente pelos Povos( Raças ) de maior rendimento demográfico.
--- Pelo contrário, o Mono-Culturalismo Local ( a existência de Reservas Naturais de Povos Nativos )... produz... um Multi-Culturalismo Global: TODOS os Povos Nativos ( inclusive os de menor rendimento demográfico... ) vão poder ter o SEU espaço no Planeta.


--- O Movimento Tolerante Pró-Diversidade reivindica a DIVISÃO dos Países em dois espaços:
---> 1) um ( 50% ) de Competição Global;
( nota: neste espaço os adeptos da Competição Global [e da Mestiçagem] concretizam o Direito de ter o seu espaço no Planeta... );
---> 2) outro ( 50% ) de Reserva Natural;
( nota: neste espaço aqueles Nativos - que pretendem estar no Planeta, com CORAGEM e DETERMINAÇÃO, a Lutar pela Sobrevivência da sua Identidade - concretizam o Direito de ter o SEU espaço no Planeta )
[ ver: SEPARATISMO-50 ]

-> Nota 1: Este Movimento não é Fundamentalista. Assim sendo, devem ser considerados como Nativos todas as pessoas com, pelo menos, x % de GENES TÍPICOS NATIVOS... (nota: x% -> a definir...)
-> Nota 2: O Período de Transição de Divisão [nos Países aderentes ao SEPARATISMO] deverá ser de VÁRIAS Décadas...


ADENDA:
---1--->>> Existem Povos de Boa Vontade --> estes Povos não têm quaisquer problemas em reconhecer que devem existir (no Planeta) Reservas Naturais de Povos Nativos.
---2--->>> Os INTOLERANTES, para a existência de Reservas Naturais de Povos Nativos, são:
-a)-> Os Predadores Insaciáveis -->> como ambicionam Ocupar e Dominar mais e mais novos territórios... consequentemente... pretendem que o ‘caminho esteja livre’... [Exemplos: Os Africanos, os Mestiços, os Árabes,... --->>> nota: existem excepções à regra -> pessoas de Boa Vontade]
-b)-> Os Capitalistas Selvagens -->> como estão interessados em que se proceda à SUBSTITUIÇÃO POPULACIONAL dos autóctones... por... Povos(Raças) economicamente mais rentáveis...
-c)-> A Parasitagem Branca (a Maioria dos europeus...) -->> como pretendem curtir a existência de alguém que pague as Pensões de Reforma [apesar de... nem sequer constituírem uma Sociedade aonde se procede à Renovação Demográfica!]... e ao mesmo tempo... pretendem que a Ocupação da Europa por outros Povos( Raças ) seja considerada um 'Processo Absolutamente Natural'!...

AntóniodasIscas disse...

Fico pasmado com tamanha demagogia.
Julguei que os tempos da Albania massacrada já iam longe.
Só que há sempre uns desgraçados, por falta de cultura e outros conhecimentos correntes, que ainda vão acreditando nestas fintas, driblings e outros passes de magia de política baixa!

António Viriato disse...

Caro Pinho Cardão,
Todo o nosso infortúnio colectivo tem residido em estarmos sujeitos ora à sedução do esquerdismo demagógico do Bloco e seus parentes ideológicos, ora à rigidez e ao fundamentalismo das receitas do neo-liberalismo, insensível ao crescente empobrecimento de uma faixa de cidadãos, onde não se contam só os menos habilitados...
Para contrariar isto, é preciso fazer Política, claro, mas tendo em mira o bem comum e não o mero enriquecimento e a vaidade de uns quantos...

Nuno Costa disse...

Demagogia pura e dura. Mas sem surpresas. É algo a que o bloco sempre nos habituou

Tavares Moreira disse...

Caro Pinho Cardão,

A proposta do Bloco nada tem de surpreendente.
Estou convencido aliás que nem mesmo F.L. nela acredita. Ele acredita noutra coisa, que é o poder da demagogia, para além de contar com a cumplicidade dos media.
E tem razões de sobra para pensar assim. Veja-se, ainda hoje, como é o leader partidário com mehor notação junto da opinião pública.