Número total de visualizações de página

sexta-feira, 10 de janeiro de 2014

Burocratas portugueses, estais perdoados!...

Le dernier projet de la Commission: normaliser la contenance des cuves de WC dans l'Union.
Après 3 ans de recherches, la Commission a trouvé la solution, et elle vient de l'exposer dans un rapport de 122 pages: ce sera 5 litres pour l'évacuation dans les toilettes et 1 litre pour les urinoirs.


On pense, bien sûr, à la Commission: 122 pages pour ça!...
Nota: Afiançaram-me que isto é mesmo verdade!...

10 comentários:

Zuricher disse...

Não... Não é possivel que se perca tempo com estas coisas. É mau demais.

António Barreto disse...

Aí está um excelente fundamento tragicómico, de descredibilização da UE!

Bartolomeu disse...

Esta "normalização" é capaz de ir causar problemas em alguns países da união; isto porque, os mediterrânicos fazem um género de alimentação completamente diferente dos do norte e do centro.
Não faço ideia se 5 litros serão suficientes fara fazer deslizar cano abaixo, aquilo que sobra de uma típica macarronada no caso dos italianos, ou de uma constitucional dobrada com feijão à moda do Porto...

Carlos Sério disse...

Como se os cús fossem todos iguais!
Será mesmo verdade?

jotaC disse...

Ora, aqui esta bem espelhada a substancia daquela gente ...

Floribundus disse...

esqueceram-se de informar que se deve urinar a 45º para evitar os pingos de retorno

Margarida Corrêa de Aguiar disse...

Caro Zuricher
É possível, sim, perder tempo e gastar recursos com estas coisas. Ainda me lembro, e escrevi um texto sobre o assunto, de uma directiva comunitária que estabeleceu medidas para as capoeiras das galinhas poedeiras com a preocupação de lhes conferir maior dignidade. Estamos bem serviços com esta Europa de "loucos"!

Zuricher disse...

Dignidade das galinhas? Capacidade dos autoclismos? Formato da fruta? E o dinheiro dos meus impostos serve para pagar a esta montanha de gente que clarissimamente não tem nada para fazer na vida? Sinto-me insultado. E assaltado! :(

Ilustre Mandatário do Réu disse...

Não é bem assim como escreve...

Suzana Toscano disse...

A Europa do liberalismo e da concorrência não deve ter mais nada com que se preocupar, se os equipamentos forem melhores e mais económicos de certeza que o mercado trataria de os comprar, levando as empresas a competir por lançar produtos cada vez melhores, para que é preciso uma directiva para tratar disso?