Número total de visualizações de página

sexta-feira, 15 de março de 2013

Bolo de anos



Faria hoje noventa anos. Morreu três dias após ter completado oitenta e oito anos, depois de um longo processo de sofrimento. Acordei a meio da noite ansioso perante um estranho silêncio. Pressenti que algo se estaria a passar. Entrei no quarto e apercebi-me da realidade, tinha acabado de adormecer no sono mais profundo que a vida pode proporcionar. 
A neta mais nova tinha, na altura, pouco mais de dois anos. O que é curioso foi o facto de nunca a ter esquecido. Quis saber para onde tinha ido e tivemos de apontar para uma estrela brilhante dizendo que estava ali. A partir de então procura-a sempre que pode, o pior é quando o céu não está visível. Nessa altura diz que deve estar a dormir. 
Vai ser, muito provavelmente, a sua memória mais antiga. Como a avó fazia anos no dia seguinte ao da mãe, quis, desde ontem, saber como é que ela iria fazer a festa, quem é que iria cantar os "parabéns a você", quem é que iria fazer o bolo, como seria o bolo, enfim, uma metralhada de perguntas que nunca mais acabava. Até queria ir ao céu passar o dia de anos. Tiveram de lhe explicar que era muito complicado, seria preciso um foguetão e demoraria a chegar a tempo. Calou-se e aceitou as explicações.
Antevi que o dia de hoje iria ser um pouco complicado para a menina. E assim foi, à noite recebi um telefonema a dar conta do sucedido. A mãe teve de arranjar à pressa uma explicação de como seria o bolo de anos da vovó Aninhas.
Partilho aqui essa pequena história. 

"Queria, porque queria, a todo custo que lhe dissesse ou lhe mostrasse como seria o bolo de aniversário da avó Aninhas.
Dei voltas à minha cabeça, até que encontrei esta imagem e a chamei: "Leonor, anda cá!"
Sem saber do que se tratava lá veio ela, sempre a cantarolar... 
Mostrei-lhe finalmente o tão esperado bolo. Reação:
- Ena pá!!!!! Puxa, é muito grande e tem tantas estrelas, parece um céu, não é mamã?!
- É pois... É muito lindo!
- Qual das estrelas é a vovó? 
Hummm... Perguntas tão difíceis de responder, pensei eu.
- É a que está no meio, filha, as outras todas são as suas amigas do céu!
-Ahhh... Tem muitas amigas lá!
- Sim, claro, amigas, amigos e o Jesus que olha por todas elas!
- Pois... E o Jesus sabe tudo, até fazer bolos... Muito bem!"

Uma delícia ter netos assim...

7 comentários:

Catarina disse...

Sim.. que doçura.

Luis Moreira disse...

Sim, tenho uma com 2 anos e meio e se tudo correr bem, vem outra a caminho lá para Abril.Faz perguntas...

Tavares Moreira disse...

Caro Professor,

Uma beleza esta sua história...e que neta encantadora deve ser a sua!

JM Ferreira de Almeida disse...

:)

alberico.lopes disse...

Pois eu achei a história maravilhosa!Vou guardá-la para a transmitir à minha bisneta e ao bisneto que vai nascer já no dia 3!
Delícia!

Roberto Rensenbrink disse...

Terão Gaspar e companhia (extensíssima) familiares assim?

Ou estarão a agir em nome do seu futuro?

Suzana Toscano disse...

Só pleos comentários acima vê-se que a demografia está recuperar :)felicidades à nova filha e a/o bisneto/a, e que cheguem cheios de saúde e energia para fazer as perguntas todas!