Número total de visualizações de página

domingo, 8 de julho de 2007

Requerimento ao Ministério do Vício e da Virtude

Exmos Senhores:
Eu, abaixo assinado, sei que os nossos governantes são generosos, ao ponto de nos permitirem dizer mal do governo em casa, ou até, em situação limite, na esquina de um café, desde que o façamos com sensibilidade social. Confesso que venho cumprido religiosamente o preceito.
Mas hoje, num local público, e longe, infelizmente, de qualquer lugar apropriado para o efeito, fui assaltado por um espírito maligno que me tentou a pensar mal do governo e a desejar a demissão de todos os nossos governantes.
Pode o Ministério do Vício e da Virtude informar-me o que fazer em tais circunstâncias, de modo a não prevaricar e continuar como um bom cidadão, ao serviço do governo e do seu país?
A Bem da Nação
Lisboa, 8 de Julho de 2007
A. Pinho Cardão

10 comentários:

Bartolomeu disse...

Caríximo irmão Pinho Cardão, confexais nexte texto que perbaricasteis e que a boxa perbaricaxão foi ignomínea. Porém bemos que o bosso espírito poxui a gránde qualidáde do arrependimento, a qual xó é comum encontrar-xe naqueles carácteres mais balorojos. Axim, deliberou a magnânima axembleia a que humildemente bos deregísteis, que: Para remixão da bossa falta e como precauxão para que a mesma xe num repita. Debereis em acto de penitênxia dar 7 boltas de joelhos em redor do edifíxio das cortes, clamando a Xão Bento que opere o milagre da redenxão expulxando este goberno rápidamente. Xe no prajo de 30 dias o milagre num suxeder, debereis então dirigir-bos a Belém e ainda de joelhos rogar a Xanto Aníbal pela feitura do mesmo melagre. Xe ainda ao final de trinta dias xe não bereficar que o mesmo acontexa, boltai a escreber-nos irmão a fim de embarcarmos no primeiro boo pra Bora-Bora. Bora?

Pinho Cardão disse...

Caro irmão Bartolomeu:
Tiveste misericórdia!...
"7 boltas de joelhos em redor do edifíxio das cortes" é penitência leve para quem foi tentado a dizer mal do governo em sítio não apropriado...
Mas já não é uso um inqueritozinho disciplinar?

Tavares Moreira disse...

Caríssimo Pinho Cardão,
Calculo e lamento a dor horrível de que deveis estar possuído.
Mas haveis de chorar 3 dias e três noites, em manifestação de arrependimento por tão nefandas ideias que assaltaram vosso espírito habitualmente dado à virtude e à segurança do Estado.
E o rio das vossas lágrimas purificará e redimirá o solo maldito do lugar em que aceitastes esse tão execrável pensamento.

Bartolomeu disse...

Uzo xerá por xerto, irmão Pinho Cardão. Todabia, no cajo bertente, urge que xe opere o milagre xem mais delongas.
Porém, sabei que por bontade desta axembleia, estaríeis xempre dispenxado de cumparexer perante uma comixão inquiridora, dado que é noxa cunbicxão num dar ajo a que xe restabelexam os belhos tribunais da Inquejixão, com os prexequentes actos de fé.
Num é por mais nada, é que xe anúncia um berão quente e o axender de fogueiras, aumenta o risco de inxêdios.
Tenhamos muita féjinha irmão, tenamos muiiiita fejinha.

Great Houdini disse...

"espírito maligno que me tentou a pensar mal do governo e a desejar a demissão de todos os nossos governantes."

Desde que tenha apenas se restringido ao campo do pensamento, penso que não haverá problema de maior.

Por outro lado se o espirito demoniaco o tenha dominado e num estado de cegueira e tenha feito algo tipo um fax ou um cartaz, então nõ há perdão.

Sentença, culpado ... a pena é personalizada, para a dor ser maior - Fazer-se sócio do benfica!

SC disse...

Mas isto está mesmo tudo louco...
São umas atrás das outras as notícias em que não acreditamos a primeira vez que nos aparecem. Mas depois vai-se a ver são mesmo verdadeiras.
Se não, veja-se este cabeçalho do Diário de Aveiro de hoje:
"Aveiro: PSD queixa-se a Mário Lino da «hostilidade» de Alberto Souto
Mário Lino, ministro das Obras Publicas, Transportes e Comunicações, recebeu este mês um ofício do PSD/Aveiro queixando-se das intervenções públicas de Alberto Souto acerca da actualidade política do concelho

o artigo completo aqui(http://www.diarioaveiro.pt/main.php?srvacr=pages_13&mode=public&template=frontoffice&layout=layout&id_page=2099)

Isto já não vai só com bufaria temos também os queixinhas...

Pinho Cardão disse...

Oh Great Houdini, meu Senhor e Senhor do Universo:
Por piedade, fazer-me sócio do Benfica e, mais agora, de um benfica cor-de-rosa e chinês,é pena insuportável e que não se dá nem ao maior inimigo!.... Misericórdia!...

Pinho Cardão disse...

Caro Tavares Moreira:
Essa seria quase a pena capital:ainda me analisavam as lágrimas e diriam que eram de crocodilo....

Tavares Moreira disse...

Não Pinho Cardão, as lágrmas e o respectivo caudal, após 3 dias e 3 noites de choro ininterrupto - que maior prova de arrependimento? - seriam, quando muito, identificadas como de Colares, verdadeiras lágrimas de "ramisco", branco.
Com algum trabalho de marketing, ainda poderiam vir a ser servidas em banquetes da presidência portuguesa da UE, como aperitivo, servindo para monstrar ao Mundo como os cidadãos portugueses amam seus líderes incontestáveis.

Virus disse...

Eu julgo que a penitência correcta será ouvir o Ministro da Presidência a endoutriná-lo correctamente sobre o que se passou no Sábado no Estádio da Luz (aquela maldita vaia geral organizada pela CGTP) e proibí-lo de vêr e ouvir quaisquer noticias sobre o Sarkozy (que parece que ia hoje a Bruxelas dizer que manda o défice às urtigas mais uns tempos porque o crescimento da economia francesa vem primeiro)!

Julgo ser pena suficiente...