Número total de visualizações de página

segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

"Cavaquistas"anônimos estarão lançando pânico nos mercados ?

1.Ontem foi notícia, para lá da infamante derrota do FCP em Barcelos (bem sei que os da casa jogaram com 12+, caro Pinho Cardão), a suposta conjura de um “grupo” anônimo de “cavaquistas” - um conjunto vazio, supostamente, para usar uma conhecida expressão da matemática - com o objectivo de derrubar o Ministro das Finanças que, segundo esse “grupo”, estaria aplicando medidas de carácter ultra-liberal...
2.É absolutamente extraordinário como entre nós se fabricam notícias destas, sem necessitar de um único endereço dos conjurados, e que essa fantasia “pegue”, constituindo motivo de conversa abundante, nomeadamente pelos mais distintos comentadores da nossa praça...
3.Mais impressionante ainda é que os mesmos órgãos noticiosos que lançaram essa emocionante novela não se tenham dado ainda conta do forte agravamento que hoje se verifica nos juros da dívida pública portuguesa em mercado secundário, com a taxa de juro da dívida a 3 anos já muito próxima dos 25%...
4.Segundo os analistas da especialidade, estamos a assistir a um fenómeno de punição do “elo mais fraco”: face à incapacidade da Grécia chegar a acordo com os credores privados, para reestruturar (e reduzir) a sua dívida de € 200 mil milhões detida por privados, chegando de “mãos vazias” à Cimeira informal de hoje em Bruxelas, aumentam os receios de um “default” grego...sendo Portugal o próximo na linha de fogo...
5.Mas, cá para mim, suspeito que por trás deste brutal agravamento dos juros da dívida portuguesa em secundário andará a “mãozinha” dos cavaquistas anônimos que, desta forma, procuram desacreditar o Ministro ultra-liberal...
6....e surpreende-me como é que os inefáveis “media” que lançaram a notícia da conjura “cavaquista” para derrubar o Ministro ainda não se deram conta de mais esta operação dos mesmos conjurados para mostrar o falhanço da política ultra-liberal do Ministro, agitando os bastidores e conseguindo lançar o pânico nos mercados...
7. Certamente que caso o Ministro abandonasse a estratégia ultra-liberal e abrisse os “cordões à bolsa” para permitir a VIRTUOSA expansão da VIRTUOSA despesa pública, nada disto estaria a acontecer...e os anônimos poderiam sair da clandestinidade para festejar sua vitória...

8 comentários:

Tonibler disse...

Caro Tavares Moreira,

As notícias sobre o grupo cavaquista são muito mais difíceis de passar se o Cavaco não ajudar à festa como tem ajudado.

Tal como os rumores da Grécia são muito mais difíceis de passar se o ministro grego das finanças parar de falar em independência nacional, como se isso voltasse mais alguma vez.

Quanto ao FC Porto, haja mais alguém que nos dê alegrias, não pode ser sempre o Benfica. Certamente que a taxa não era hoje de 80% porque os milhões de benfiquistas por esse mundo fora já vêem um Portugal diferente lá mais para Maio, quando pelas capitais desse mundo se festejar o 32º campeonato nacional.

Ilustre Mandatário do Réu disse...

Há que fazer render a coluna da MFL no expresso...

A interpretação desta recente actividade à luz da guerra ongoing impresa é um autêntico filão, consta que Angelópoulos vai voltar dos anjinhos para num filme de sucesso que inclui revelações sobre o batido caso das escutas ao presidente...

Pinho Cardão disse...

Caro Tavares Moreira:
Uma nota prévia deprecisão: o glorioso e sempre invicto FCPorto não jogou contra 12, mas contra 14. Ou até contra 17, se incluirmos 3 notáveis jogadores que actuaram, na véspera, na Luz. Mas isso não tem importância nenhuma: tinham a obrigação de ganhar. Também aqui, um fraco rei faz fraca a forte gente...
Quanto ao fundo da questão, está claro que, para muitos sábios do reino, o montante da dívida é ilimitado, todos nos oferecem dinheiro, e quanto maior for a dívida mais baixos serão os juros e mais fácil de pagar.

Caro Tonibler:
Eu sei bem que os fogosos adeptos do clube vermelho da Segunda Circular ficam mais satisfeitos com uma ocasional e fortuita derrota do glorioso e sempre invicto FCPorto do que com mil vitórias do seu clube. É a vida, nada a fazer!

Tonibler disse...

Caro Pinho Cardão,

Vai-me desculpar, mas não há nenhum clube vermelho na segunda circular. Há um ENCARNADO, agora vermelho não estou ver...

AF disse...

Há papoilas ... saltitantes! :D

Pinho Cardão disse...

Caro Tonibler:
Pronto, retiro o vermelho. A frase fica: "Eu sei bem que os fogosos adeptos vermelhos do clube da Segunda Circular...".
Assim, parece estar bem e nos conformes. Penso eu de que.

Tavares Moreira disse...

Caro Tonibler,

Até poderei não andar muito longe das suas cogitações, a sua advertência tem algum sentido...
Quanto aos azares do FCP, da minha parte foi apenas um apontamento de reportagem, nada tenho com essa vexata questio, é matéria em que o Pinho Cardão tem quase monopólio (manifestamente tolerado pela Autoridade da Concorrência...).

Ilustre Mandatário,

É capaz de ter razão, à MFL só faltava também essa sorte...

Caro Pinho Cardão,

Se o meu Amigo bem reaprou, eu escrevi 12+...
O + é para ser preenchido pela imaginação de cada um, não pretendo interferir na determinação do valor dessa variável...

Suzana Toscano disse...

Muito bem.