terça-feira, 7 de Fevereiro de 2006

A OPA da SONAE sobre a PT

Dá para perceber que a procissão ainda vai no adro, mas registo o tom do anúncio e os esclarecimentos há pouco prestados pelos Azevedos: a lógica do mercado e da competição volta a um sector onde a orientação dominante era o monopólio (mesmo que o não fosse formalmente, a PT comportava-se como tal).
A OPA da Sonae não é só à PT é igualmente ao Estado que nunca escondeu a irresistível tentação de controlar a maior empresa nacional. Não obstante a disponibilidade para negociar a golden share, o desafio colocado pelos Azevedos é uma oportunidade única de remeter o Estado para onde ele nunca deveria ter saído.
Retenho igualmente o desafio de se avaliar objectivamente o que representou a operação dos móveis no Brasil a reboque da Telefónica. É bom que se saiba quem é que efectivamente pagou o risco do investimento.
Bons ventos...

[Actualização, 7.02.06 19.55]
A reacção dos partidos políticos à operação é muito bem sintetizada pelo Portugal Diário: "CDU é contra, PSD não fala, CDS elogia Sonae e BE exige explicações". São tão previsíveis!

3 comentários:

Pinho Cardão disse...

A OPA da SONAE sobre a PT é uma boa notícia e sinal de que as coisas tendem a caminhar no sentido positivo, que é retirar o Estado das empresas, para se dedicar full time ao que deve.
Mas é também a comprovação de tudo o que venho dizendo no que se refere à dificuldade de perceber o afã do Estado nas restruturações empresariais numa economia aberta e de mercado : para quê perder tempo e energia em tal tarefa de reestruturar, criar parceiros, negociar, etc, se depois vem uma OPA e lá se vai tudo o que Marta(bem ou mal)fiou!...
Deixe-se essa tarefa aos privados que se saem muito melhor do que os aprendizes de feiticeiros que pululam nos gabinetes ministeriais.
Tenho uma explicação para a atitude intervencionista: para os nossos Ministros é mais gratificante e sinal de importância negociar com multinacionais estrangeiras do que se dedicarem à tarefa, bem mais penosa, discreta e humilde, mas bem mais importante para o país, de tratarem do essencial das suas funções ministeriais.
Por isso, saúdo a OPA da Sonae.

Tonibler disse...

Não sei se é mais preocupante se a OPA fôr bem sucedida ou mal sucedida.
O Belmiro vai conseguir lixar a trupe de Cascais no dia se S. Nunca e, por isso, não vai o conseguir, o que é assustador. A não ser que já tenha tudo combinado com eles e, assim, consegue, o que é assustador.

Virus disse...

FORÇA TIO BELMIRO

PRECISAMOS CÁ DE MAIS GAJOS COMO TÚ!

http://blasfemias.net/