Número total de visualizações de página

segunda-feira, 28 de julho de 2008

Finalmente...

Photobucket
... está encontrada a solução para a morosidade da justiça em Portugal.
Não são necessários novos códigos, nem aumentos das custas judiciais.
Não precisaremos de mais juízes, nem de novas instalações para tribunais.
Dispensam-se as reformas e os pactos para a justiça.
A Federação Portuguesa de Futebol foi sublime.
A solução passou a ser simples e óbvia.
Arranja-se um jurista de renome.
Pede-se-lhe um parecer.
Divulga-se o parecer.
Aplica-se o parecer.
Está feita justiça.
Já estou a ver o anúncio que será publicado pelo Ministério da Justiça.
"Estão abertas as inscrições para a pré-qualificação de gurus-substitutos-de-juízes. Os julgamentos seguem na praça pública".

5 comentários:

Pinho Cardão disse...

É isso mesmo, caro Vítor.
No caso em apreço, a situação é ainda mais caricata: é que três diferentes Tribunais aceitaram Providências Cautelares do Boavista, Pinto da Costa e Presidente do C. Justiça. As acções irão a julgamento. Este facto não teve qualquer repercussão nos media. Ao contrário, um Parecer teve o sucesso que se viu. E, para já, vai sobrepor-se ao veredicto dos Tribunais.
Depois das Direcções Gerais e Institutos Públicos em duplicado, vamos ter Juízes e Juristas em plena competição. Escolhe-se o que nos der razão. E a razão depende da verba...

Vítor Reis disse...

Meu caro Pinho Cardão
Apesar de tudo continuo a não perceber uma coisa: porque é que o Porto não recebeu a mesma pena do Boavista?

JM Ferreira de Almeida disse...

Porque perguntas, Vitor, ao Pinho Cardão? Isso é para jurisconsulto decidir...

Pinho Cardão disse...

Caro Vítor:
Ainda vou baralhar mais.
Quanto ao Porto, sabemos as acusações. São duas e são claras. Se são legalmente válidas ou não, logo se verá. Pelo menos quanto a uma, o Tribunal de Instrução Criminal destruiu-a pela base e nem sequer vai a julgamento, pese os denodados esforços do Ministério Público. A outra, logo veremos, como disse.
Já quanto ao Boavista, ainda não consegui vislumbrar quais são as acusações concretas. O meu amigo sabe? Creio que 99,99% das pessoas acusa o Boavista, sem saber quais os "crimes" concretos cometidos. Eu também não sei.
Houve corrupção, dizem. Onde, com quem, quem corrompeu, quem foi corrompido?

Pinho Cardão disse...

Caro Ferreira de Almeida:
Cada jurisconsulto, cada minhoca... isto é,cada sentença...
Está neste momento no ar um programa de experts desportivos sobre a matéria, creio que na SIC Notícias. Ouvi um pouco e enjoei. Um dizia que o Presidente da Federação devia ter ido à Reunião do Conselho de Justiça, quando este órgão não depende da Direcção da Federação, mas da assembleia Geral. Outro dizia que a confusão do futebol português dura há trinta anos...Fiz as contas e concluí que dura desde o Porto ganha campeonatos. Dantes, sim, dantes, a coisa era limpa e transparente!...Por mero acaso, havia uma Comissão Central de árbitros, cujos membros não podiam morar a mais de 70 quilómetros de Lisboa, para não receberem ajudas de custo(decreto de Salazar...)e que eram naturalmente de uma independência propensa aos emblemas da capital. O Presidente também naturalmente rodava entre Benfica, Sporting e Belenenses.
Nessa época, de facto, a confusão era nula, tudo aparecia clarinho!...
Com isto, não quero desculpar comportamentos actuais. Mas não podem esquecer-se os passados.