Número total de visualizações de página

quinta-feira, 10 de julho de 2008

O estado da Nação I


Segundo o Expresso (e Vasco da Graça Moura no DN de ontem), o Governo irá aprovar uma Resolução lançando “as bases de uma política da língua”, na base de um estudo do académico e especialista da matéria Carlos Reis.
Na proposta atribui-se a Luís Figo um importante papel na promoção da língua portuguesa em Espanha!!!....
Acabado o futebolista, fica o linguista!...
Nessa perspectiva, sugiro que não se perca tempo e proponho que se nomeie o Bosingwa como lídimo embaixador da língua portuguesa na Inglaterra, o Hugo Almeida na Alemanha, o Tiago na Itália, o Paulo Machado na França, o Dany na Rússia e o Mantorras em Angola.
Numa perspectiva mais avançada, proponho a falante Carolina Salgado como embaixadora "urbi et orbi", digamos, universal.
Todos bem falantes de futebolês.

5 comentários:

cmonteiro disse...

"Estamos todos muito extremamente motivados para que pÓssamos vencer o próximo jogo"

jotaC disse...

O Luís Figo pode muito bem promover a língua em Espanha e em Itália, pois claro!
Mas a propósito de lígua, tenho um amigo que está sempre a dizer: faço o que quero da língua!
Se calhar era bem aproveitado para uma cena destas...quiça para os países nórdicos!

Tonibler disse...

Já que estão a pensar em embaixadores ligados ao futebol, bem podiam nomear o injustiçado Paulinho Santos como embaixador da boa vontade.

joao disse...

Uma parte da promoção externa de Portual encontra-se capturado, por indíviduos sem qualquer experiência internacional, salvo a que lhe foi transmitida pelos nossos compatriotas em Bruxelas, ou que viveram em Macau.
Dito isto, a única pergunta é: acham que os nossos vizinhos não conhecem o português? Será que não sabem que, por causa do Brasil, é um dos idiomas que mais alunos tem em Espanha?
Cumprimentos
Adriano Volframista

Tavares Moreira disse...

Cro Pinho Cardão,

Não seria uma boa e profilática medida a de recomendar, sobretudo à classe mercurial, que passe a ter "mais tento na língua"?
E já agora porque não nomear Pablo Aimar como embaixador da língua espanhola em Portugal...quando cá chegar, talvez em 20XX...