Número total de visualizações de página

quinta-feira, 24 de julho de 2008

Variação do PIB em 2008 chegará a 0,7%?

Já entramos bem no 3º trimestre de 2008, no entanto em termos de resultados do PIB encontramo-nos confinados ao 1º trimestre - crescimento homólogo de 0,9%, queda de 0,2% em cadeia (1ºT.2008/4ºT.2007).
Quanto ao 2º trimestre têm sido divulgadas estimativas por alguns analistas da especialidade, trabalhando sobre modelos próprios, que apontam uma variação homóloga não superior a 0,5%.
A confirmar-se esta estimativa, que se afigura razoável tendo em conta a evolução do indicador coincidente do BdeP – sendo que este até sugere uma evolução mais desfavorável – teríamos no 1º semestre uma variação homóloga da ordem de 0,7%.
Quanto ao 2º semestre é bem provável, conhecendo o efeito desfasado de alguns dos factores que têm vindo a influenciar o comportamento da procura interna e externa – restrições ao crédito, abrandamento das principais economias, acentuação da crise em Espanha - que venhamos a observar uma desaceleração do crescimento.
Neste contexto, a variação homóloga no 2º semestre dificilmente chegará a 0,7%...
Mas vamos admitir, por agora, que é capaz de lá chegar – pode ser que o preço do petróleo acabe por dar alguma ajuda, lá mais para diante.
Sendo assim, para o conjunto do ano teríamos uma variação do PIB em torno de 0,7%, num cenário que sem ser cor-de-rosa é apesar de tudo menos mau...
Lembro que estou a assumir um grande risco, apresentando esta previsão poucos dias depois de o “infalível” BdeP ter avançado uma previsão de 1,2% - embora chamando a atenção para os elevados riscos descendentes do exercício em causa.
Mas também me parece que fazer previsões depois dos factos ocorridos, que é a especialidade dos nossos mais distintos “estadistas”- enganando-se com frequência mesmo assim – tem realmente muito pouca graça.
Previsões fazem-se a esta distância, com alto risco, para terem algum sabor…
O 4R criou um saudável hábito de convidar os seus visitantes/comentadores a participar em exercícios de previsão de eventos de diversa natureza – política e económica – e achamos interessante manter esse hábito, que para lá do carácter lúdico ajuda a descontrair o debate e a laminar algumas asperezas da vida...
Querem os nossos estimados Comentadores lançar suas sugestões/arrojadas previsões para a variação do PIB em 2008?

4 comentários:

Tonibler disse...

Dia 14 de Agosto é tarde para apostar? É que a minha fezada vai para os 1,2% mas agora toda a gente sabe que está errada...

Tavares Moreira disse...

Caro Tonibler,

14 de Agosto vai muito a tempo.
Até ao final de Agosto, altura em que se deverá conhecer a "figura" para o 2º trimestre, estamos muito a tempo de arriscar e cá esperamos para registar os "vaticínios" de quem quiser.
Atenção que algumas das principais economias estão apontando uma contracção no 2º trimestre (bem sei que o 1º foi muito favorável).

Jazp disse...

Caro Tavares Moreira
no seu desafio de lançar as previsões para este ano, devo dizer que eu prevejo que o 2º trimestre cresça 0,8% em termos homólogos(o que significa 0,4% em cadeia. É um palpite como outro qualquer, mas tem por base alguma recuperação do investimento e uma melhoria da procura externa líquida, isto porque apesar do forte crescimento das importações nominais, estas estão associadas a um elevado deflator.
Dessa forma e tendo em conta que o 2º semestre há uma recuperação de dias úteis, a minha previsão é de um crescimento mais perto de 1-1,1%, longe das estimativas governamentais, contudo acima dos mais pessimistas. Se o crescimento for de 1% no 2º trimestre (não disse mas a minha previsão vai de 0,7 a 1%) então o ano deverá registar um crescimento próximo dos 1,2% previstos pelo BP.

Tavares Moreira disse...

Registado seu contributo, Caro jazp, cá ficamos à espera da melhoria da procura externa líquida no 2º trimestre.
Dentro de um mês aproximadamente teremos já alguma luz sobre o 2ºtrimestre e então poderemos trocar impressões.
Obrigado pela sua colaboração.