Número total de visualizações de página

terça-feira, 22 de março de 2011

A angústia de um apelo dirigido à pessoa errada

O Dr. Mário Soares dirigiu hoje ao PR através das páginas do Diário de Notícias um "apelo angustiado", exortando-o a intervir numa situação que considera muito grave se esta triste novela do PEC IV vier a ter o desfecho já esperado.
Lamenta-se que o apelo seja dirigido ao destinatário errado. Não acreditando eu que o Dr. Mário Soares  possa ter qualquer influência sobre o PR, poderia contudo tê-la sobre o PS. Soares sabe como ninguém que o problema tem um rosto e um nome. O rosto e o nome do Engº José Sócrates. Se, como parece decorrer do seu escrito no DN, pensa ser possível uma solução patriótica no actual quadro parlamentar - e eu também estou convencido disso - então não pode ignorar que da esquerda à direita ninguém se dispõe a estabelecer um compromisso com o ainda PM. E assim sendo esperava-se que a angústia e o apelo fossem direitinhos para os dirigentes do Partido Socialista e para o Engº José Sócrates, pedindo-lhes que em nome dos superiores interesses do País dessem oportunidade à recuperação da credibilidade perdida.

PS - Leio que o Dr. Jorge Sampaio, outro dos líderes históricos do PS e ex-PR, alinha pelo diapasão angustiado do Dr. Mário Soares. Se ambos canalizassem as energias da angústia que sentem e as dirigissem para o remover o problema, creio que seria bem mais fácil atingir o objectivo, que aliás estou em crer que é nesta altura partilhado por muitos socialistas.

13 comentários:

Bartolomeu disse...

Peço desculpa, caro Dr. José Mário, mas, não é somente Mário Soares que apela à intervenção do PR.
Sabemos que todos sabem a quem se devem dirigir, para que a crise política seja evitada, mas sobretudo, para que seja evitada a intervenção externa.
Agora, o problema, ou... os problemas, é que todos os que apelam, defendem interesses próprios e de terceiros e esses terceiros, acaro Dr., não sou eu, nem outros como eu...

Anónimo disse...

Percebo bem o seu ponto de vista, meu caro Bartolomeu...

Jorge Oliveira disse...

Bullshit ! Os apelos de Soares, Sampaio e tantos outros apenas visam a continuidade do PS no Governo, a única coisa que verdadeiramente interessa a esta seita desprezível.

O interesse do país é exactamente o oposto do que esta gente prega.

Salvador Massano Cardoso disse...

Touché!

Paulo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Pinho Cardão disse...

Parece-me que o objectivo é mesmo manter o problema, tal qual.

Fartíssimo do Silva disse...

Realmente, o apelo angustiado foi dirigido... à pessoa errada.
Todos os anteriores PR pensam da mesma maneira, inclusivé o presidente da sua comissão de honra.
A Cavaco falta-lhe a chama, a alma e a grandeza para poder estar à altura da maior emergência nacional que se criou, desde o PREC. Dando de barato que o sr. Pinto de Sousa errou, Cavaco teria agora a oportunidade de brilhar e ajudar o País a sair do buraco em que muitos o colocaram.
A passividade e a indiferença do PR não me surpreende. Ele não mexe uma palha seja por que for, nem pela Pátria nem por nada. Apenas se move por si próprio, como há bem pouco tempo escreveu Vasco Pulido Valente.
É lamentável. Leva-nos todos alegremente para buraco. Mas o PR fica muito mal na fotografia e responderá perante a História.
É um presidente ressentido como bem se pode concluir pelos discursos de vitória e de posse! Que os partdos se engalfinhem na luta partidária, não é bonito mas é recorrente na história do parlamentarismo português. Mas o Presidente da República, que devia estar acima da luta partidária como sempre alardeou, tinha agora a soberba oportunidade de marcar a diferença. Mas não o faz. Não é capaz disso. Vamos todos para o buraco mas Cavaco não se demove! Ficará pessimamente na fotografia e, como disse, a História não lho perdoará.
Para os mais distraídos, que é feito da sua mgistratura activa e de influência?
A subida dos juros nos mercados internacionais só o interessou para apelar ao eleitorado para que a candidatura singrasse logo à primeira volta. Que lhe importa agora que os juros subam, em frenética cavalgada?
Cavaco não está à altura do cargo que ocupa. Lamento dizê-lo.

Jorge Oliveira disse...

O Prof. Cavaco Silva esteve cinco anos no cargo de Presidente da República a assistir aos desmandos de um governo dirigido por um perturbado mental e não correu com ele.

Por muito menos, dirigiu críticas implacáveis a um militante do seu próprio partido, Santana Lopes, quando este ocupava o cargo de Primeiro Ministro.

Estas atitudes não são coerentes.

Eu votei novamente em Cavaco Silva porque as alternativas eram impensáveis. Mas não senti grande satisfação. Receio que ele não faça nada que lhe sobressalte a vida pacata que gosta de ter.

Paulo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Fartíssimo do Silva disse...

Deixe-se de má educação e de traulitices.
O Paulo não enxerga mais. Confunde divergências e discordâncias com ódio pessoal!
Lamentável. Pobre Paulo!!!!

Paulo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Fartíssimo do Silva disse...

O pior dos Presidentes da República eleitos desde 25 de Abril de 1974. Uma comunis opinio.
Irá presidir ao afundamento desta terra que merecia outro respeito.
Talvez qur o Paulo arranje qualquer coisinha lá para os lados de Belém...

Paulo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.