Número total de visualizações de página

segunda-feira, 21 de março de 2011

Rebate de consciência?

"Estamos há demasiado tempo a jogar aos dados com o destino da economia portuguesa e dos portugueses. Sempre defendi que devia haver mais responsabilidade política no País", foi esta a declaração do MNE português à entrada para uma reunião dos chefes de diplomacia da UE.
Declaração que saúdo, embora lamente este tardio rebate de consciência ou confissão, como quiserem.
Uma declaração que soa a nostra culpa, a contrastar com a posição assumida ontem também em nome do MNE pelo ministro Silva Pereira, e hoje pelo deputado Francisco Assis para quem a responsabilidade cabe a quem não governa, a quem não decide.

Quanto a Amado, é desta que se demite?

5 comentários:

O Reformista disse...

Honra lhe seja feita que, a arrepio do Chefe, há meses que disse o óbvio . Que a situação do País impunha um Governo de ampla coligação,
Parece ser dos poucos Ministros que este Governo tem

Pinho Cardão disse...

Estou na linha do Reformista. Luís Amado foi o único Ministro destes governos de Sócrates.

Pinho Cardão disse...

Houve um outro, das Finanças, que deu conta a tempo e demitiu-se.

Bartolomeu disse...

Pareceu-me que o Sr. Ministro Luís Amado, tinha dito: "Estamos há demasiado tempo a jogar com nabos, o destino da economia portuguesa e dos portugueses."

Anónimo disse...

Essa é boa, Bartolomeu!