Número total de visualizações de página

sexta-feira, 7 de junho de 2013

Chuva sobre a cidade!...

"A liderança estratégica e modernizadora da cidade, a liderança que afirma liberdade económica, sujeita a avaliação constante o progresso na redução/eliminação do rentismo, do grau de satisfação dos utentes dos serviços públicos urbanos, do nível de eficiência institucional e produtividade administrativa, do tempo de execução e das margens de eficiência de coordenação entre serviços municipais, na avaliação da cooperação ativa entre o tecido empresarial e o município, da otimização das redes de infraestruturas urbanas e qualidade de serviço ao mais baixo custo, na verificação permanente de serviços municipais diligentes, amigos, eficientes e motivados. A liderança da cidade - da cidade que progride, da cidade onde se verifica saúde económica no cidadão e empresas - não se suporta em universo patológico de regulamentos e normas do passado. Suporta-se em atitude favorável à mudança e em gestão estratégica. Sem alianças ou acordos apenas para certo tipo de fotografias ou sugestões. É que Santo António é bem diferente de São João! Como todos sabem!" 
Fernando Seara, hoje, no DN-Cidade, mudança e atitude III
Abrigai-vos, oh gentes!...

6 comentários:

Bartolomeu disse...

De repente achei algumas semelhanças com certas frases proferidas pelo presidente de Angola, numa entrevista transmitida ontem à noite num canalde TV perto de mim...

Margarida Corrêa de Aguiar disse...

Dr. Pinho Cardão
Liderança, Santo António, São João, quem diria que estão ligados! Pois claro, são as festas dos Santos Populares! Penso que faz sentido este tipo de associação. Ou não? Se calhar não entendi bem, não é fácil...

Bmonteiro disse...

A saga do 'emplastro' da serra de Sintra continua.
Haja DN.

Suzana Toscano disse...

Abrigarmo-nos ainda mais, caro Pinho Cardão? Vi uma vez um filme estranho (acho que se chamava Magnólia, mas não juro) que acabava com uma chuva de rãs...

JM Ferreira de Almeida disse...

Confesso-vos que gosto deste género de prosa. Batizei-a de "prosac".

Pinho Cardão disse...

Talvez seja mais "Prosap", um genérico da molécula prosápia...